Confiante, Luan Miau promete faturar cinturão do Brave no primeiro round

Luan promete nocaute no primeiro round do Brave 11. Foto: Divulgação / Brave / Jason Silva

O peso leve Luan Miau fará a luta mais importante de sua carreira na noite desta sexta-feira (13), no Brave 11. O baiano, de 23 anos, disputa o cinturão interino do evento contra o compatriota Lucas Mineiro. Antes de subir no cage, o lutador conversou com a reportagem e contou sua expectativa para a disputa.

Veja Também

UFC Glendale: as melhores opções de aposta para o evento

Ordem judicial contra Oezdemir cancela luta de Shogun no Chile

“Eu vou buscar o nocaute. Vou estar pronto para nocautear, finalizar no primeiro round ainda. Quero curtir o restante da noite”, brincou Miau, confiante na vitória.

Depois de confirmar a disputa contra Mineiro na pesagem oficial do Brave 11, Luan contou como foi sua preparação para o duelo.

“Dói o coração comer alface todos os dias, ter uma alimentação saudável. Mas se não tiver isso a gente morre no gás. Todo o meu preparo foi sensacional, tenho ótimos profissionais ao meu lado”.

Promessa mundial e luta contra amigo

Luan Miau foi considerado uma das maiores promessas de 2018 do MMA mundial, pela revista inglesa Fighters Only. Sem deixar a expectativa do sucesso subir a cabeça, ele conta que, apesar de pensar em desistir algumas vezes, todo o sucesso é fruto de seu trabalho.

“Tudo isso é fruto do meu trabalho. Larguei tudo para fazer isso, é um trabalho desgraçado. Você tem que amar. Já pensei várias vezes o por que eu não fui fazer faculdade igual minha mãe falou, por que eu não fui trabalhar. Isso é o que eu amo, batalhei muito para isso acontecer. Tudo é fruto, é só você trabalhar o certo que vai receber o certo”, disse Miau, que subirá no cage montado na Esplanada do Mineirão, em Belo Horizonte, para lutar contra o amigo Lucas Mineiro.

“O Mineiro é super meu amigo. Ele chegou e falou que íamos lutar um contra o outro, e eu disse que não íamos deixar de ser amigos por isso. Vamos ser profissional e vai ser a maior luta do Brasil.Chegamos a diminuir um pouco o contato, por conta das penalidades. Na Hora da encarada, fiquei um pouco tenso. Mas depois os dois começaram a rir”, encerrou.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *