Dana White coloca Poirier como possível desafiante de Khabib

 

Poirier (esq.) fica perto da chance pelo cinturão. Foto: Divulgação / Twitter / UFC

A fase de Dustin Poirier é empolgante. O norte-americano, que tem apenas uma derrota nas últimas nove apresentações, venceu a ‘luta do ano’ contra Justin Gaethje no UFC Glendale, no último sábado (14). Com um retrospecto recente respeitável, o número três do ranking dos leves sonha com chance de lutar pelo cinturão da categoria. Até mesmo Dana White, presidente do UFC, se rendeu ao momento do ‘The Diamond’.

Veja Também

Vídeo: Veja os melhores momentos da batalha entre Dustin Poirier e Justin Gaethje

UFC Glendale: Alex Cowboy finaliza ex-campeão; Poirier vence ‘luta do ano’ Gaethje

Em entrevista ao canal FOX Sports dos Estados Unidos, o dirigente elogiou a atuação de Poirier contra Gaethje e colocou o lutador como possível primeiro desafiante ao cinturão do russo Khabib Nurmagomedov.

“Foi impressionante (a vitória no UFC Glendale). Gaethje é um cara muito respeitado na divisão, muito duro. Foi uma grande noite. Poirier é definitivamente um possível desafiante, ele é um dos caras que me ligou semana passada para pegar a luta. Graças a Deus eu não fiz isso”, disse White, lembrando que Dustin havia se oferecido para substituir Max Holloway, na luta pelo cinturão dos leves, no UFC 223.

Poirier tem um cartel no MMA de 23 vitórias, cinco derrotas e um No Contest (luta sem resultado) em sua carreira no MMA. O norte-americano, da equipe ATT, ocupa atualmente a terceira posição no ranking dos leves. Mas com Conor McGregor, primeiro na divisão, enfrentando problemas com a Justiça dos EUA e Tony Ferguson, segundo na classificação, com uma grave lesão no joelho, ele pode se aproveitar do momento e furar a fila pelo título.

Source: Portal da Luta

Bruno Bastos encara ex-UFC no main event do Submission Underground 7: ‘A vida é uma competição’; saiba mais

Bruno Bastos, faixa-preta e professor de Jiu-Jitsu em Midland, no Texas (EUA), foi convidado para lutar no main event do Submission Underground (SUG) 7, evento organizado por Chael Sonnen, que acontece neste domingo (15), em Portland (EUA).

Bruno encara Fabiano “Pega-Leve” Scherner, ex-UFC e faixa-preta da Gracie Barra, em uma superluta onde o vencedor será decidido apenas por finalização. O tempo de duração do confronto é de 8 minutos e, caso não haja finalização, haverá prorrogação. Bruno, que está treinando para suas competições de 2018 desde janeiro, comentou como surgiu o convite para lutar no SUG 7 e detalhou o que muda para um duelo sem o quimono.

“O Fabiano iria fazer a luta principal do evento com o Jeff Monson, mas o Jeff se machucou e na quinta-feira passada, a organização entrou em contato comigo e nem teve muita negociação. Em três trocas de mensagem, estava tudo definido. Quando a oportunidade boa pinta e você deixa passar, ela não ‘bate na porta’ novamente. E como nos eventos que meus alunos vão competir tem com e sem quimono, todo mundo está treinando os dois tipos de treino. Não mudei nada no treino. Acredito que meu jogo seja o mesmo com e sem quimono, somente mudando o foco em algumas finalizações”, disse Bruno, dono de títulos mundiais da IBJJF com e sem quimono, entre muitas outras conquistas.

Todos lutadores do SUG 7, que promete um grande evento neste domingo (Foto divulgação)

Bruno, que é acostumado aos duelos sem quimono, aproveitou para analisar o adversário e dizer o que espera do combate. Fabiano Scherner é um dos grandes nomes do SUG.

“Ele é o atual campeão mundial pesadíssimo master 3 na IBJJF e não perde tem muito tempo já. Como a luta é sem pontos, somente finalização e dentro do cage, será crucial chegar em posição boa e executar de forma perfeita, pois no sem o quimono fica muito escorregadio e meu objetivo é a vitória”, contou Bruno, antes deixar uma mensagem para os seus alunos dos Estados Unidos e Brasil, uma forma de incentivo para todos eles.

“Estar em uma equipe é um privilégio, não um direito. Você desiste do direito de ser egoísta, mediano e apático quando os outros dependem de você, porque ninguém pode realizar nada sozinho. Somos todos um time e me sinto privilegiado em poder representar todos vocês, pois me sinto privilegiado também em testemunhar as suas batalhas. A vida é uma competição e vamos ganhar, com certeza”, encerrou o experiente Bruno Bastos.

//www.instagram.com/embed.js

Source: Tatame

Matheus Diniz é campeão em GP dos Médios no KASAI Pro 2; Cummings e Agazarm vencem em superlutas

Com nomes atrativos da luta agarrada, o KASAI Pro realizou sua segunda edição no último sábado (14), no Brooklyn, em Nova York, nos Estados Unidos. No GP dos Médios sem quimono da organização, que foi formado por oito lutadores em formato eliminatório, Matheus Diniz, da Alliance, foi o grande campeão ao derrotar Mike Perez na final. Na luta principal do evento, Eddie Cummings superou o campeão dos leves, Renato Canuto, por uma penalidade. Nas outras superlutas, AJ Agazarm finalizou o brasileiro Marcos Loro Galvão, ex-campeão do Bellator, enquanto Nicky Ryan derrotou Geo Martinez na decisão dos árbitros.

Campanha de Matheus Diniz até o título

Aluno de Marcelinho Garcia, lenda do Jiu-Jitsu, Matheus Diniz combinou sua técnica no Jiu-Jitsu com um agressivo Wrestling para vence o GP dos Médios da organização, que ainda contou com Craig Jones, Pierre-Olivier Leclerc, Richie Martinez, Dante Leon, Nick Calvanese, Michael Perez e Felipe Mota. Em sua primeira luta na chave, que contou com regras baseadas no padrão da IBJJF, mas sem a presença de vantagem na marcação de pontos, o mineiro derrotou Richie Martinez por 7 a 0 nos pontos.

Na sequência, desta vez por 2 a 0 nos pontos, Matheus superou Felipe Mota com mais uma atuação segura. Com a vaga garantida na semifinal, Diniz garantiu sua presença na grande final com estilo, finalizando Pierre-Olivier Leclerc com um D’arce Choke, que uma variação do triângulo de mão. Na decisiva luta pelo título no GP, a fera da Alliance venceu Mike Perez por 2 a 0 nos pontos, consolidando sua bela campanha na competição.

Cummings e Agazarm vencem em superlutas

Além do GP dos Médios, a segunda edição do KASAI Pro contou com outras três superlutas no card. Na luta principal, pela divisão dos leves, Eddie Cummings traçou uma boa estratégia e fez uma dura luta contra Renato Canuto, que teve boa atuação e, em alguns momentos, teve chances de vencer, no entanto, por cometer uma penalidade, foi derrotado pelo americano, que saiu vencedor.

Conhecido por seu jogo ofensivo nos duelos sem quimono, AJ Agazarm fez mais uma vítima. O americano teve um desempenho consistente e finalizou o ex-campeão do Bellator, Marcos Loro Galvão, com uma chave de calcanhar.

AJ Agazarm finalizou o brasileiro Marcos Loro Galvão em superluta no KASAI Pro (Foto: Will Safford)

RESULTADOS COMPLETOS

KASAI Pro 2
Sábado, 14 de abril de 2018
Nova York, nos Estados Unidos

Superlutas

Eddie Cummings derrotou Renato Canuto por uma penalidade
AJ Agazarm finalizou Marcos Loro Galvão com uma chave de calcanhar
Nicky Ryan derrotou Geo Martinez por decisão dos árbitros

GP dos Médios

Primeira Fase

Craig Jones finalizou Nick Calvanese com um triângulo
Mike Perez finalizou Dante Leon com uma chave de calcanhar
Felipe Mota derrotou Pierre-Olivier Leclerc por 9 a 0 nos pontos
Matheus Diniz derrotou Richie Martinez por 7 a 0 nos pontos

Segunda Fase

Nick Calvanese derrotou Mike Perez por 4 a 2 nos pontos
Craig Jones derrotou Dante Leon por 2 a 0 nos pontos
Matheus Diniz derrotou Felipe Mota por 2 a 0 nos pontos
A luta entre Pierre-Olivier Leclerc e Richie Martinez terminou em empate

Terceira Fase

Dante Leon finalizou Nick Calavanese com um mata-leão
Mike Perez derrotou Craig Jones por 3 a 1 nos pontos
Richie Martinez finalizou Felipe Mota com um armlock
Matheus Diniz finalizou Pierre-Olivier Leclerc com um D’arce Choke

Disputa do terceiro lugar

Craig Jones finalizou Richie Martinez com uma chave de calcanhar

Final

Matheus Diniz derrotou Mike Perez por 2 a 0 nos pontos

Source: Tatame

Vídeo: assista às belas finalizações de Michael Chandler e ‘Baby Slice’ no Bellator 197

Realizado na última sexta-feira (13), em Missouri, nos Estados Unidos, o Bellator 197 contou com uma noite recheada de finalizações. Ao todo, foram cinco em 12 combates, com as principais a cargo de Michael ChandlerKevin Ferguson Jr. Ex-campeão peso-leve da organização, Chandler fez a luta principal do evento contra Brandon Girtz, e não deu chances para o adversário. Ainda no primeiro round, o americano buscou a queda e, após estabilizar a posição, encaixou um justo katagatame para vencer. “Baby Slice” – filho do falecido Kimbo Slice -, por sua vez, aplicou um mata-leão para também finalizar, no round inicial, e sacramentar o seu triunfo sobre Devon Brock, o terceiro no MMA.

Veja os triunfos de Chandler e Ferguson, além dos melhores momentos do card:

Source: Tatame

Após vitória, Poirier pede disputa de título, enquanto Gaethje visa mais cinco lutas antes de aposentadoria

Dustin Poirier e Justin Gaethje fizeram a melhor luta do ano até o momento na luta principal do UFC Glendale, realizado no último sábado (14). Após quatro rounds de uma disputa insana na trocação, Poirier saiu vencedor por nocaute técnico e conquistou seu terceiro triunfo nas últimas quatro lutas, consolidando seu crescimento na divisão peso-leve do Ultimate.

Cada vez mais próximo dos top’s da categoria, Dustin sente que seu momento é especial dentro da organização. Desta forma, em coletiva de imprensa após o combate, pediu para que sua próxima luta seja pelo cinturão dos leves, que atualmente pertence ao russo Khabib Nurmagomedov.

“Quero lutar pelo ouro, cara. Não quero revanches com Conor (McGregor), nem com Eddie (Alvarez) e nem com ninguém. Esse não é o meu objetivo. Meu objetivo não é ficar quites com esses caras. Meu objetivo é prosperar, ser campeão mundial, fazer dinheiro e me aposentar podendo dizer que eu consegui. Quero deitar com o cinturão na minha cintura e dizer à minha esposa que eu consegui”, disse Dustin Poirier

Gaethje quer mais cinco lutas até a aposentadoria

Ex-campeão do extinto WSOF, Justin Gaethje foi contratado pelo Ultimate e, desde sua estreia, em julho do ano passado, fez três lutas, vencendo Michael Johnson e sendo derrotado por Eddie Alvarez e Dustin Poirier. Apesar de ter apenas 29 anos, Gaethje já protagonizou três guerras dentro do octógono do UFC, isso sem contar suas batalhas pelo WSOF. Possivelmente preocupado com sua integridade no futuro, já que recebe muitos golpes em suas lutas, Gaethje afirmou que planeja lutar mais cinco vezes até se aposentar do MMA, ressaltando que quer lutas rentáveis para sua reta final no esporte.

“Eu tenho mais umas cinco lutas dentro de mim. Antes dessa, eu disse que eram seis. Eu quero as maiores lutas possíveis. Vindo de duas derrotas, isso é difícil de se dizer, mas vocês querem me ver lutar. Se você não me assistir ao vivo, vai se arrepender quando eu tiver terminado. Não será por muito mais tempo, só tenho mais cinco”, disse o americano.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC on FOX 29
Glendale, nos Estados Unidos
Sábado, 14 de abril de 2018

Card principal
Dustin Poirier derrotou Justin Gaethje por nocaute técnico no 4R
Alex Cowboy finalizou Carlos Condit com uma guilhotina no 2R
Israel Adesanya derrotou Marvin Vettori por decisão dividida dos jurados
Michelle Waterson derrotou Cortney Casey por decisão dividida dos jurados

Card preliminar
Antônio Cara de Sapato finalizou Tim Boetsch com um mata-leão no 1R
Muslim Salikhov derrotou Ricky Rainey por nocaute técnico no 2R
John Moraga derrotou Wilson Reis por decisão unânime dos jurados
Brad Tavares derrotou Krzysztof Jotko por nocaute técnico no 3R
Gilbert Durinho derrotou Dan Moret por nocaute no 2R
Lauren Mueller derrotou Shana Dobson por decisão unânime dos jurados
Yushin Okami derrotou Dhiego Lima por decisão unânime dos jurados
Adam Wieczorek finalizou Arjan Bhullar com uma omoplata no 2R
Alejandro Perez derrotou Matthew Lopez por nocaute técnico no 2R
Luke Sanders derrotou Patrick Williams por decisão unânime dos jurados

Source: Tatame

Vídeo: confira as vitórias de Alex Cowboy, Cara de Sapato e Gilbert Durinho no card do UFC Glendale

O UFC Glendale, realizado no último sábado (14), contou com cinco brasileiros em ação, e três deles saíram vitoriosos no card. Alex Cowboy, Antônio Cara de Sapato e Gilbert Durinho representaram bem a bandeira verde e amarela e venceram Carlos Condit, Tim Boetsch e Dan Moret, respectivamente. Fazendo o co-main event da edição, Cowboy conquistou a vitória mais importante de sua carreira até o momento ao finalizar o experiente Carlos Condit com uma guilhotina no segundo round.

Fechando o card preliminar, Cara de Sapato teve Tim Boetsch pela frente e, ainda no primeiro assalto, não deu chances ao americano, finalizando no mata-leão e emplacando sua quinta vitória consecutiva. Já Gilbert Durinho, cada vez mais solto na trocação, mostrou potência nos golpes e nocauteou Dan Moret no segundo assalto, conquistando seu segundo triunfo seguido.

Confira as vitórias dos brasileiros no UFC Glendale: 

– Alex Cowboy x Carlos Condit

@alexcowboyoficial le gana @carloscondit

Uma publicação compartilhada por Entidad Combate (@e1combate.es) em

//www.instagram.com/embed.js

– Antônio Cara de Sapato x Tim Boetsch

//www.instagram.com/embed.js

– Gilbert Durinho x Dan Moret

//www.instagram.com/embed.js

Source: Tatame

Cowboy fatura bônus de ‘Performance da Noite’ no UFC Glendale

Cowboy fatura bônus no UFC Glendale. Foto: Divulgação / Twitter @ufc_Brasil

Alex Cowboy aceitou o chamado do Ultimate e encarou o combate diante de Carlos Condit, ex-campeão interino dos meio-médios, sem tempo de preparação. Ele finalizou o norte-americano e ainda foi recompensado pela organização. O brasileiro levou o bônus de ‘Performance da Noite’ do UFC Glendale e faturou US$ 50 mil, cerca de R$ R$ 171 mil na cotação atual.

Veja Também

UFC Glendale: Alex Cowboy finaliza ex-campeão; Poirier vence ‘luta do ano’ Gaethje

Vídeo: Veja os melhores momentos da batalha entre Dustin Poirier e Justin Gaethje

Vídeo: Assista à vitória de Alex Cowboy sobre Carlos Condit no UFC Glendale

Além de Cowboy, quem levou o outro prêmio de performance foi Adam Wieczorek. O polonês encaixou uma justa omoplata em Arjan Singh Bhullar para levar a disputa no card preliminar.

Já o bônus de ‘Luta da Noite’, como não poderia ser diferente, ficou para a batalha entre Dustin Poirier x Justin Gaethje. Durante quatro rounds, os pesos leves travaram um duelo insano, repleto de troca franca de golpes e alternância no controle. Ao final, vitória de Poirier por nocaute técnico no quarto assalto.

RESULTADOS DO UFC GLENDALE

CARD PRINCIPAL

Dustin Poirier derrotou Justin Gaethje por nocaute técnico a 33s R4

Alex Cowboy finalizou Carlos Condit com uma guilhotina a 3m17s do R2

Israel Adesanya derrotou Marvin Vettori na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Michelle Waterson derrotou Cortney Casey na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Antônio Cara de Sapato finalizou Tim Boetsch com um mata-leão a 4m28s do R1

Muslim Salikhov derrotou Ricky Rainey por nocaute a 4m12s do R2

John Moraga derrotou Wilson Reis na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Brad Tavares derrotou Krzysztof Jotko por nocaute técnico a 2m16s R3

Gilbert Durinho derrotou Dan Moret por nocaute a 59seg. do R2;

Lauren Mueller derrotou Shana Dobson na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Yushin Okami derrotou Dhiego Lima na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 20-26)

Adam Wieczorek finalizou Arjan Bhullar com uma omoplata a 1m59s do R2

Alejandro Perez derrotou Matthew Lopez por nocaute técnico (socos) a 3m42s do R2

Luke Sanders  derrotou Patrick Williams na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Source: Portal da Luta

Personalidades do MMA reagem à vitória de Dustin Poirier no UFC Glendale

Dustin Poirier fez no bonito no UFC Glendale, realizado no último sábado (14). O peso-leve protagonizou uma verdadeira guerra com Justin Geathje e conseguiu um nocaute no quarto round, após um duelo marcado pela trocação franca. A internet reagiu ao duelo entre ambos. Confira os melhores comentários:Mais UFC Glendale: Poirier nocauteia Gaethje | Alex Cowboy finaliza Condit | Cara de Sapato dá show no card preliminar | Bônus

Gaethje is a NCAA Wrestling All America. and doesn’t even think once about takedowns! Th … Read the Full Article Here
Source: UFC

UFC Glendale: Fatos que entraram para a história

Uma das melhores lutas do ano, brasileiros dando show e um desabafo emocionante. Relembre alguns dos fatos que entraram para a história do UFC Glendale:Mais UFC Glendale: Poirier nocauteia Gaethje | Alex Cowboy finaliza Condit | Cara de Sapato dá show no card preliminar | BônusDiamante Lapidado

 
Avassalador! @dustinpoirier nocauteou @justin_gaethje no #UFCGlendale. Que luta, amigos!!
Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 14 de Abr, 2018 às 7:32 PDT

Dustin Poirier já viveu alt … Read the Full Article Here
Source: UFC

Vídeo: Veja os melhores momentos da batalha entre Dustin Poirier e Justin Gaethje

Poirier ‘luta do ano’ Gaethje. Foto: Reprodução / Twitter / UFC

Veja Também

Vídeo: Assista à vitória de Alex Cowboy sobre Carlos Condit no UFC Glendale

UFC Glendale: Alex Cowboy finaliza ex-campeão; Poirier vence ‘luta do ano’ Gaethje

UFC Glendale: Durinho e Cara de Sapato brilham no card preliminar

Lute para se Sentir Bem: Exercícios e Serotonina

A expectativa era de uma grande luta e Dustin Poirier e Justin Gaethje entregaram muito mais do que isso. Os pesos leves travaram a melhor luta de 2018 e levaram o público presente no UFC Glendale ao delírio.

Poirier e Gaethje subiram no cage, neste sábado (14), no deserto do Arizona (EUA), e travaram uma verdadeira batalha, com troca franca de golpes, alternância no controle e vitória por nocaute. No quarto round, Poirier levou Gaethje a lona e se candidatou a disputar o cinturão dos leves do UFC.

Mas se você perdeu o combate entre Dustin Poirier x Justin Gaethje, assista os melhores momentos no player abaixo (cortesia FOX Sports):

Vídeo: Dustin Poirier x Justin Gaethje UFC Glendale

https://platform.twitter.com/widgets.js

Inscreva-se no canal SUPER LUTAS e receba os vídeos assim que forem publicados 
https://apis.google.com/js/platform.js

Source: Portal da Luta