Treta analisa jogo da campeã Julia Budd e fala sobre luta no Bellator 202: ‘Preparando umas surpresas’

Em agosto passado, Talita Treta estreou pelo Bellator e venceu Amanda Bell com uma finalização no primeiro round. A lutadora, em seguida, participou do ADCC, na Finlândia, e acabou lesionando o joelho. Em entrevista à TATAME durante o Campeonato Brasileiro da CBJJ, realizado no início deste mês, em Barueri (SP), a faixa-preta de Jiu-Jitsu revelou que o Bellator havia oferecido uma luta para dezembro, mas ela optou por se recuperar e esperar. Deste modo, no último mês, a brasileira foi anunciada como a próxima desafiante da campeã peso-pena Julia Budd, no Bellator 202, em Oklahoma (EUA), dia 13 de julho.

“Sempre tem aquela adrenalina. Às vezes eu vou assistir alguma luta ou então alguém fala da luta e eu já sinto aquela dorzinha na barriga, aquele frio (risos). Mas faz parte do lutador isso, temos que saber lidar com essa adrenalina. Hoje, eu tenho o trabalho com uma coach que é a Ana. Trabalhamos muito bem a minha cabeça para eu chegar lá bem e feliz. Em relação à parte física, eu faço sete treinos de dez minutos de Jiu-Jitsu. Estamos treinando cinco rounds desde o começo, com descanso de um minuto. Acho que vamos chegar bem. Vou chegar preparada”, comentou Treta, que pode fazer história no Bellator.

Sobre a campeã dos penas Julia Budd, dona de um bom jogo em pé e de pressão na grade, Talita afirmou que vem estudando cada detalhe da adversária. Além disso, a paulista comentou que está preparando “surpresas” para a sua oponente no card em Oklahoma.

“Eu treino sempre com os melhores. Meus treinadores hoje são os mesmos do Demian (Maia), treino Kickboxing com o Pitu, com o Vagnão. Nós vimos muitas lutas dela, ela gosta do trabalho de grade, de pressionar por ali. Eu acho que é um jogo que eu também quero. Acho que vai acabar acontecendo esse jogo, mas também estamos preparando umas surpresas. Estou treinando bem a minha parte em pé, quero evoluir nisso também”, projetou a faixa-preta afirmando que sente saudades de lutar Jiu-Jitsu e revelando que vai participar do Mundial Master da IBJJF, marcado para agosto, em Las Vegas, nos EUA.

“Eu sinto muita falta de estar lutando (Jiu-Jitsu). Eu tive que fazer um treininho de quimono, porque eu queria muito lutar o Brasileiro. Eu sei que tenho que abrir mão de algumas coisas para focar no que é meu objetivo hoje. Mas, eu sinto muito falta de lutar. Logo após o Bellator, eu vou lutar o Mundial de Master e o Las Vegas Summer, já me inscrevi (risos). Sem quimono, eu quero lutar a seletiva do ADCC, se tiver o convite de algum evento, alguma coisa, claro que eu vou lutar. Meu treino de MMA é quase Jiu-Jitsu sem quimono. Eu amo o Jiu-Jitsu (risos), é a minha verdadeira paixão”, encerrou.

Essa matéria é um oferecimento de:

#Tauron #UseTauron #NosLutamosComVoce. Para saber mais, clique aqui

Kimonos Akira, a armadura que você precisa. Para saber mais, clique aqui

Patchs Arte Suave: o melhor para o seu quimono. Para saber mais, clique aqui

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *