Hall da Fama: Os melhores momentos de Ronda Rousey

No mês que vem, a ex-campeã peso-galo do UFC Ronda Rousey será incluída no Hall da Fama do UFC. Para prepará-los para o grande dia, aqui estão os maiores momentos da carreira da “Rowdy”.
Sarah D’AlelioStrikeforce – 12 de agosto de 2011
Após três vitórias amadoras e duas profissionais, todas terminando em chaves de braço no primeiro round, Ronda Rousey era bem conhecida dos fãs mais assíduos quando foi anunciado que ela havia sido contratada pelo Strikeforce. Os fãs mais casuais estavam … Read the Full Article Here

Whittaker, Romero, Charles e Blaydes faturam bônus no UFC 225

Não poderia ser diferente. Robert Whittaker e Yoel Romero fizeram uma batalha espetacular no United Center em Chicago, que foi escolhida como Luta da Noite do UFC 225.
Tudo sobre UFC 225: Whittaker vence Romero novamente | Covington conquista título interino | Claudinha e Charles vencem no card preliminar
Como não bateu o peso para o duelo, Romero não estava elegível para receber um bônus; por isso, os 50 mil dólares que seriam destinados ao cubano foram revertidos para o australiano, que embolsou 100 mil dólares como … Read the Full Article Here

Robert Whittaker vence Yoel Romero em revanche no UFC 225

O campeão Robert Whittaker permaneceria com o cinturão dos médios mesmo em caso de derrota para Yoel Romero, que não bateu o peso para a luta principal do UFC 225; mas o australiano ratificou seu posto de melhor lutador da divisão ao superar o cubano pela segunda vez em uma das melhores lutas de 2018 até o momento.
Mais UFC 225: Covington conquista título interino | Claudinha e Charles vencem no card preliminar
Ao contrário do primeiro duelo entre os dois, dessa vez foi Whittaker quem começou melhor. Romero teve um in … Read the Full Article Here

UFC 225: Pontos de discussão

Após o primeiro round de sua revanche contra Yoel Romero no UFC 225, Robert Whittaker voltou para o seu córner com uma lesão grave pela segunda luta consecutiva.Whittaker quebrou a mão direita e ainda tinha 20 minutos de luta contra um dos lutadores mais perigosos do planeta.Fale sobre má sorte.No primeiro confronto, Whittaker sofreu uma lesão no ligamento medial do joelho esquerdo em menos de cinco minutos no UFC 213. Ele venceu, apesar da contusão. E o fez de novo em Chicago. Depois de 50 minutos de luta clássica com Romero, sua estrela … Read the Full Article Here

Rafael dos Anjos agradece apoio dos fãs e avisa: “Não vou desistir”

Rafael dos Anjos não conseguiu conquistar o cinturão interino dos meio-médios no UFC 225, mas isso não significa que a missão de ser campeão de duas divisões acabou para o brasileiro.
Tudo sobre UFC 225: Do Bronx iguala recorde | Fatos para a história | As reações nas redes sociais
Nesta segunda, RDA publicou uma mensagem em suas redes sociais agradecendo o apoio dos fãs e afirmando que continuará na busca pelo título da divisão até 77kg.
“Queria agradecer o apo … Read the Full Article Here

Após dispensa inesperada, Yair Rodriguez acerta retorno ao UFC

Rodriguez (esq.) acerta retorno ao UFC. Foto: Reprodução / Facebook UFC

O atrito entre Yair Rodriguez e UFC chegou ao fim com um final feliz. No último dia 11, o evento chegou a demitir o lutador mexicano após ele recusar duas lutas na organização. Porém, neste final de semana, o peso galo (até 61,2 kg.) anunciou que foi recontratado pelo Ultimate e já tem, inclusive, data e adversário para subir no octógono.

Veja Também

Marlon Moraes mira em título e se coloca à disposição para o UFC 227: ‘Quero o cinturão’

Erick Índio Brabo substitui Al-Selwady no card do Brave 13

Rodriguez irá enfrentar Zabit Magomedsharipov no UFC 228, evento que acontece dia 8 de setembro, em Las Vegas (EUA). O duelo contra o russo, que foi originalmente rejeitado pelo mexicano, foi o motivo que causou sua dispensa em maio. Entretanto, ao que tudo indica, o acerto para a disputa foi um dos fatores para a recontratação de Yair.

Yair Rodriguez tem um histórico de 10 vitórias e apenas duas derrotas como profissional. O ‘Pantera’, como é conhecido, chegou ao Ultimate em 2014 e empolgou ao público com seis triunfos consecutivos, inclusive sobre o ex-campeão BJ Penn. Porém, em sua última luta, em maio de 2017, ele acabou derrotado por Frankie Edgar.


Source: Portal da Luta

Marlon Moraes mira em título e se coloca à disposição para o UFC 227: ‘Quero o cinturão’

Marlon quer estar pronto para o UFC 227 (Foto: João Vitor Xavier/Super Lutas)

Marlon Moraes tem o objetivo de disputar o cinturão dos galos (até 62,1kg) e não abre mão disso. O brasileiro, que derrotou Jimmie Rivera, na última sexta-feira (01), em apenas 33 segundos, revelou que seu único é a disputa pelo título.

Veja Também

UFC Utica: Marlon Moraes atropela Jimmie Rivera e fica perto de cinturão

Vídeo: Assista à vitória de Marlon Moraes sobre Jimmie Rivera no UFC Utica

“Realmente não quero nenhuma outra luta. Quero lutar pelo cinturão. Definitivamente, estou esperando (pela chance). Quero ser um campeão”, afirmou Marlon.

O brasileiro, inclusive, abriu mão do descanso após a vitória deste final de semana e voltará aos treinamentos. Ele se colocou à disposição para lutar no UFC 227, dia 4 de agosto, onde o campeão TJ Dillhashaw concede a revanche a Cody Garbrandt. Caso algum dos atletas se lesione, Marlon quer entrar na possível vaga.

“Vou voltar para casa e treinar. Isso foi uma luta, e como disse antes, comparações constroem lutadores. Lutei com ele (Rivera) e, do jeito que venci, era assim que alguém que merece lutar pelo título deveria se apresentar”, completou.

Marlon Moraes tem um histórico profissional de 21 vitórias, cinco derrotas e um empate. O brasileiro é ex-campeão do World Series of Fighting (WSOF) debutou no UFC em 2017 com revés para o compatriota Raphael Assunção, mas depois emplacou quatro triunfos em série e deve ser o próximo desafiante ao cinturão dos galos.


Source: Portal da Luta

Erick Índio Brabo substitui Al-Selwady no card do Brave 13

Indio Bravo aceita desafio de última hora e luta no Brave 13. Foto: Divulgação

O brasileiro Erick Índio Brabo da Silva foi escalado de última hora para integrar o card do Brave 13: Europe Evolution, evento que marca a estreia da organização na Europa. No dia 9 de junho, na Irlanda do Norte, o manauara enfrentará o sueco Erik Carlsson em duelo de peso casado de 72 kg. Ele será o segundo brasileiro no card do próximo sábado – o meio-médio Rodrigo Cavalheiro enfrenta Karl Amoussou também na porção principal do Brave 13.

Veja Também

UFC Utica: Marlon Moraes atropela Jimmie Rivera e fica perto de cinturão

Marlon Moraes embolsa mais de R$188 mil por ‘Performance da Noite’ do UFC Utica

Erick irá substituir Abdul-Kareem Al-Selwady, um dos maiores astros do Brave e que buscava sua quinta vitória na promoção. O “Orgulho da Palestina” acabou fraturando a mão durante os treinos e não poderá enfrentar Carlsson.

Curiosamente, “Índio Brabo” perdeu sua última luta justamente para Al-Selwady. No Brave 9, em novembro do ano passado, o brasileiro acabou tendo o duelo com o jordaniano interrompido pelo árbitro central por conta de um corte profundo no rosto. Ele havia vencido Brian Hooi em sua estreia pelo Brave.

O lutador da Astra Fight Team enfrentará Erik Carlsson, cuja última luta também aconteceu no Brave 9. Assim como Erick, “The Viking” vem de derrota, tendo sido superado por Ahmed Amir na ocasião. Carlsson tem três lutas pelo Brave e apenas uma vitória – sobre Gadzhimusa Gaziev no Brave 5.

O Brave 13: Euro Evolution terá, como atração principal, uma disputa de título, com o campeão peso galo Stephen Loman defendendo sua coroa diante do rival Frans Mlambo, companheiro de equipe de Conor McGregor. Os dois já se enfrentaram em 2016, no Brave 1, quando Loman levou a melhor por decisão.

A Irlanda do Norte se tornará o nono país a receber um evento do Brave, após Bahrein, Brasil, Emirados Árabes Unidos, Índia, Cazaquistão, México, Jordânia e Indonésia.

Card completo do Brave 13:

Peso galo: Stephen Loman (c) x Frans Mlambo – Pelo título

Peso casado (73 kg): Norman Parke x Myles Price

Peso meio-médio: Karl Amoussou x Rodrigo Cavalheiro

Peso mosca: Andy Young x Bryan Creighton

Peso pena: Declan Dalton x Zack Zane

Peso casado (80 kg): Sidney Wheeler x Mohammad Fakhreddine

Peso leve: Erick Índio Brabo x Erik Carlsson

Peso médio: Konrad Iwanowski x Glenn Irvine

Peso médio: Chad Hanekom x Tarek Suleiman

Peso casado (73 kg): Cian Cowley Daniel Olejniczak

Peso casado (79 kg): Ben Bennett x Adam Byrne

Peso pena: Piotr Tokarski x Sam Slater

Peso pena: Aidan James x Tommy Martin


Source: Portal da Luta

Marlon Moraes embolsa mais de R$188 mil por ‘Performance da Noite’ do UFC Utica

M. Moraes venceu no UFC Utica. Foto: Reprodução / Instagram UFC

Marlon Moraes tem muitos motivos para comemorar. Depois de nocautear Jimmie Rivera em apenas 33 segundos e ficar próximo da chance pelo cinturão dos galos, o lutador de Nova Friburgo ainda faturou o bônus de ‘Performance da Noite’ do UFC Utica, realizado nesta sexta-feira (01). O brasileiro embolsou US$ 50 de mil de prêmio, cerca de  R$ 188 mil na cotação atual.

Veja Também

UFC Utica: Marlon Moraes atropela Jimmie Rivera e fica perto de cinturão

Vídeo: Assista à vitória de Marlon Moraes sobre Jimmie Rivera no UFC Utica

Gleison Tibau e Johnny Eduardo perdem no card preliminar do UFC Utica

Além de Marlon outros três atletas também levaram US$ 50 mil para casa. O inglês Nathaniel Wood que finalizou o brasileiro Johnny Eduardo no card preliminar; Ben Saunders que nocauteou o veterano Jake Ellenberger e Gregor Gillespie que por cima de Vinc Pichel foram os outros agraciados.

Com quatro selecionados com o bônus de ‘Performance da Noite’, nenhum combate foi escolhido para a premiação de ‘Luta da Noite’.

Resultados do UFC Utica:

CARD PRINCIPAL

Peso galo: Marlon Moraes derrotou Jimmie Rivera por nocaute a 33seg. do R1

Peso leve: Gregor Gillespie finalizou Vinc Pichel com um triângulo de mão a 4m57s do R2

Peso pesado: Walt Harris derrotou Daniel Spitz por nocaute técnico a 4m59 do R2

Peso meio-médio: Ben Saunders derrotou Jake Ellenberger por nocaute técnico a 1m56s do R1

Peso pena: Julio Arce finalizou Daniel Teymur com um mata-leão a 2m55s do R3

Peso meio-pesado: Sam Alvey derrotou Gian Villante na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso mosca: Sijara Eubanks derrotou Lauren Murphy na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso leve: David Teymur derrotou Nik Lentz na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso meio-médio: Belal Muhammad derrotou Chance Rencountre na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve: Desmond Green derrotou Gleison Tibau na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-27)

Peso galo: Nathaniel Wood finalizou Johnny Eduardo com um triângulo de mão a 2m18s do R2

Peso mosca: Jose Torres derrotou Jarred Brooks por nocaute técnico a 2m55 do R2;


Source: Portal da Luta

Vídeo: Assista à vitória de Marlon Moraes sobre Jimmie Rivera no UFC Utica

Marlon (foto) vence e fica perto do cinturão. Foto: Reprodução / Facebook UFC

Marlon Moraes precisou de apenas 33 segundos para, possivelmente, carimbar sua chance pelo cinturão da divisão de galos. Na luta principal do UFC Utica, realizado nesta sexta-feira (01), no estado de Nova York (EUA), o brasileiro nocauteou Jimmie Rivera  em apenas 33 segundos com um lindo chute alto e garantiu sua quarta vitória no Ultimate.

Veja Também

UFC Utica: Marlon Moraes atropela Jimmie Rivera e fica perto de cinturão

Gleison Tibau e Johnny Eduardo perdem no card preliminar do UFC Utica

Na luta, Marlon não quis perder tempo com estudo e tomou logo a iniciativa da peleja. Ele disparou um chute nas pernas do norte-americano, que abriu o caminho para o triunfo. Na segunda vez em que armou o golpe, Rivera se preocupou com o chute abaixo, mas o ataque foi em cheio na cabeça.

Mas e você perdeu a vitória de Marlon Moraes no UFC Utica, assista os melhores momentos no player abaixo (cortesia FOX Sports).

Vídeo: Marlon Moraes x Jimmie Rivera UFC Utica

https://platform.twitter.com/widgets.js

Inscreva-se no canal SUPER LUTAS e receba os vídeos assim que forem publicados 
https://apis.google.com/js/platform.js


Source: Portal da Luta