UFC Xangai: Fatos que entraram para a história

A cidade de Xangai, na China, recebeu sua primeira edição do UFC na manhã deste sábado (25). Apesar de contar com nomes desconhecidos pelo público em geral, o card trouxe boas lutas para os fãs de MMA, além de momentos marcantes para o público. Confira alguns dos principais pontos que marcaram o UFC Xangai:Mais UFC Xangai: Gastelum nocauteia Bisping | Chineses brilham no card preliminar | Bônus da NoiteMãos pesadas

Pode comemorar, @KelvinGastelum! Vitória impressionante sobre @bisping! #UFCX … Read the Full Article Here
Source: UFC

UFC China – Michael Bisping x Kelvin Gastelum – Resultados

UFC desembarca na Austrália neste sábad. Foto: Reprodução / Facebook UFC

UFC desembarca na China neste sábado. Foto: Reprodução / Facebook UFC

As emoções para os fãs de lutas começam mais cedo neste sábado (26). O UFC Fight Night China desembarca em Xangai para um show que encerra a temporada no continente asiático. Na luta principal da noite, Michael Bisping, que substituiu Anderson Silva de última hora, para encarar Kelvin Gastelum.

Veja Também

2bisping-gastelum-reprod-twitter-ufc_asia
UFC China traz chance de redenção para Bisping e estreia de brasileiro

Bang recebeu sentença de prisão (Foto: Reprodução/Youtube/UFC)
Lutador é condenado por aceitar propina em luta do UFC

No card preliminar, o Brasil terá seu único representante: Sheymon Moraes faz sua estreia no octógono contra Zabit Magomedsharipov.

Fique ligado por aqui para acompanhar os resultados do UFC China AO VIVO e em TEMPO REAL.

Resultados do UFC China:

DATA E HORÁRIO: 25/11/2017, a partir das 6h30 (horário de Brasília)

LOCAL: Mercedes-Benz Arena, Xangai, China

TRANSMISSÃO: Canal Combate

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Kelvin Gastelum derrotou Michael Bisping por nocaute técnico aos 2m30s do R1

Peso meio-médio: Li Jingliang derrotou Zak Ottow por nocaute técnico aos 2m57s do R1

Peso pena: Wang Guan derrotou Alex Caceres por decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Peso meio-médio: Alex Garcia derrotou Muslim Salikhov por finalização (mata-leão) aos 3m22s do R2

CARD PRELIMINAR 

Peso pena: Zabit Magomedsharipov derrotou Sheymon Moraes por finalização (triângulo de mão) aos 4m33s do R3

Peso meio-médio: Kenan Song derrotou Bobby Nash por nocaute técnico aos 15 segundos do R1

Peso palha: Yan Xiaonan derrotou Kailin Curran por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 30×27)

Peso galo: Song Yadong derrotou Bharat Khandare por finalização (estrangulamento) aos 4m16s do R1

Peso pesado: Shamil Abdurakhimov derrotou Chase Sherman por nocaute técnico aos 1m24s do R1

Peso galo: Gina Mazany derrotou Yanan Wu por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

Peso pena: Rolando Dy derrotou Wuliji Buren por decisão unânime dos juízes (30×27, 29×28, 30×27)

Peso pesado: Cyril Asker derrotou Yaozong Hu por finalização (mata-leão) aos 2m33s do R2

Source: Portal da Luta

Joanna diz que derrota para Rose Namajunas foi ‘acidente’

Joanna está na China para promover o UFC (Foto: Reprodução Twitter ufc_asia)

Joanna está na China para promover o UFC (Foto: Reprodução Twitter ufc_asia)

Nem a derrota inesperada por nocaute para Rose Namajunas parece ter tirado a confiança do discurso de Joanna Jedrzejczyk. A ex-campeã peso palha do Ultimate, que perdeu o título para a norte-americana no histórico UFC 217, garantiu que o revés foi um acidente, prometeu seguir “arrogante” e declarou que voltará a ter o cinturão ainda no primeiro semestre do ano que vem.

Veja Também

Tate (foto) acredita em Holm contra Cyborg (Foto: Reprodução/Facebook MieshaTate)
Ex-campeã Miesha Tate acredita que Holm pode vencer Cyborg

Bisping (dir) quer redenção contra Gastelum (esq) (Foto: Reprodução Twitter ufc_asia)
UFC China traz chance de redenção para Bisping e estreia de brasileiro

Bisping é azarão contra Gastelum (Foto:Reprodução/EaSportsUFC)
Bisping é azarão contra Gastelum nas apostas para o UFC China

Em Xangai para ajudar a promover o UFC China deste sábado (25), a polonesa reiterou que não se acha inferior à nova campeã e prometeu vencê-la em uma eventual revanche.

“Erros acontecem com todo mundo. Mas (a derrota para Rose Namajunas) foi um acidente, não foi um erro. Eu não vou culpar ninguém pois sou uma senhorita classuda, sou uma atleta profissional. Mas, por favor, não digam nada dos meus treinadores ou do meu time. Nós estávamos preparados para essa luta e eu tinha que ter feito as coisas desse jeito mesmo. Eu tenho muito respeito por Namajunas, ela venceu a luta com estilo, mas como eu disse, foi um acidente. Eu sei o que aconteceu. Analisei a luta e já sei o que aconteceu e vou voltar mais forte do que nunca”, disse a polonesa, em entrevista ao site norte-americano MMA Junkie, reiterando que não irá mudar sua maneira de ser.

“Para as pessoas que dizem que eu só perdi pela minha arrogância ou prepotência, quero dizer que serei ainda mais arrogante e prepotente. E falarei ainda mais alto porque sei o meu valor. Sou maior do que aquela noite no UFC 217 e voltarei a ser campeã”, encerrou.

Source: Portal da Luta

UFC China traz chance de redenção para Bisping e estreia de brasileiro

Bisping (dir) quer redenção contra Gastelum (esq) (Foto: Reprodução Twitter ufc_asia)

Bisping (dir) quer redenção contra Gastelum (esq) (Foto: Reprodução Twitter ufc_asia)

Exatamente três semanas após perder o cinturão peso médio para Georges St. Pierre na maior luta de sua carreira, Michael Bisping volta ao octógono em busca de redenção. Perto de se aposentar, o inglês enfrenta Kelvin Gastelum na luta principal do UFC China, neste sábado (25). O “Conde” escolheu substituir Anderson Silva, retirado do duelo após cair em exame antidoping pela segunda vez, para deixar a derrota para trás a dura derrota para GSP, que o apagou com um mata-leão no terceiro round do histórico UFC 217.

Veja Também

Bisping e Gastelum tiveram clima amistoso (Foto:Reprodução/Youtube UFC)
Bisping e Gastelum fazem encarada descontraída antes do UFC China

Bisping é azarão contra Gastelum (Foto:Reprodução/EaSportsUFC)
Bisping é azarão contra Gastelum nas apostas para o UFC China

K. Gastelum (foto) segue de olho nos meio-médios (Foto; Reprodução Facebook Kelvin Gastelum)
Antes de Bisping, Gastelum admite estar de olho em Woodley

Além do grande duelo entre pesos médios, o UFC China, que marca a estreia do Ultimate dentro do país (os outros eventos foram em Macau, uma ilha), terá também a estreia do brasileiro Sheymon Moraes. Ex-desafiante ao título galo do WSOF, o lutador fará sua primeira luta na organização contra Zabit Magomedsharipov, atleta russo que deixou ótima impressão em sua primeira luta.

Também no programa de lutas está o maior lutador chinês do UFC no momento: Jingliang Li enfrenta Zak Ottow em busca de se tornar, de fato, o rosto do Ultimate na China, um país com mais de um bilhão de habitantes e com mercado ainda pouco explorado pela companhia.

Recuperação em pauta

M. Bisping busca recuperar-se de derrota para GSP (Foto: Reprodução Facebook ufc)

M. Bisping busca recuperar-se de derrota para GSP (Foto: Reprodução Facebook ufc)

Desde que conquistou o cinturão com vitória inesperada sobre Luke Rockhold, Michael Bisping o defendeu uma vez, contra Dan Henderson, mas evitou alguns dos principais desafios, como Yoel Romero e Ronaldo Jacaré, até que a luta contra o astro Georges St. Pierre se materializou – e com ela, a chance de um grande salário. Apesar de ter conseguido o duelo que queria e ter ganho muito dinheiro, Bisping acabou derrotado pelo canadense. Ao contrário do que aconteceu durante seu reinado, ele resolveu aceitar logo uma luta, três semanas depois do revés para GSP.

Bisping terá pela frente um jovem faminto por títulos e glórias. Kelvin Gastelum enfrentou dois ex-campeões em sequência, vencendo Vitor Belfort por nocaute e sendo finalizado por Chris Weidman. Diante de outro antigo dono de cinturão, KG pode finalmente se colocar perto de uma disputa de cinturão, mesmo que insista que sua categoria natural é a do meio-médio (até 77 kg).

Para Bisping, o duelo com Gastelum é a chance de se redimir da atuação contra St. Pierre. O inglês admite que não pensa mais em título, e deverá se aposentar após o UFC Londres. Vencer Gastelum é questão de honra, e não mais de chegar de novo ao título.

Novo astro para o UFC

Li (dir) busca estrelato contra Ottow (esq) (Foto: Reprodução Twitter ufc_asia)

Li (dir) busca estrelato contra Ottow (esq) (Foto: Reprodução Twitter ufc_asia)

O Ultimate não tem escondido a dificuldade de entrar no promissor mercado chinês. Após eventos em Macau, ilha anexada à China, a organização estreia em uma grande cidade do país em Xangai e em busca de um rosto para sua incursão no novo mercado. E ele pode ser Jingliang Li. O meio-médio de 29 anos tem um cartel de 13 vitórias e quatro derrotas, mas está bem no Ultimate até agora: são cinco triunfos e dois reveses e ele enfrenta Zak Ottow vindo de sequência de três vitórias.

Caso “The Leech” tenha uma performance dominante, o UFC pode ter achado o seu principal nome para ajudá-lo na dura tarefa de explorar sua marca no vasto país. Jingliang Li, com suas mãos pesadas e três nocautes em cinco vitórias pelo Ultimate, quer manter a média positiva para explodir no seu país e virar ídolo.

Pedreira na estreia

Sheymon (dir) pega pedreira Magomedsharipov (esq) (Foto: Reprodução Youtube ufc)

Sheymon (dir) pega pedreira Magomedsharipov (esq) (Foto: Reprodução Youtube ufc)

Após rodar por eventos norte-americanos e brilhar no cenário nacional, Sheymon Moraes finalmente terá sua grande chance no UFC. Mas o brasileiro não terá vida fácil na estreia. Ele enfrenta o duro russo Zabit Magomedsharipov, que brilhou em sua estreia, mostrando um estilo de trocação parecido com o do ex-campeão dos leves Anthony Pettis, além de um jogo de jiu-jitsu bastante justo – ele finalizou seu oponente com um mata-leão.

Para o brasileiro, que tem excelente trocação e ótimo jogo de chão, a vitória virá com um aumento de nível, já que Magomedsharipov já é bastante querido por fãs e especiaistas. Inclusive, Sheymon é o maior azarão da noite, o que mostra confiança no russo. Se surpreender, Moraes já poderá esperar outra pedreira pela frente. Porém, ele não deve reclamar, já que, aos 27 anos, o brasileiro não tem tempo a perder.

Ficha técnica do UFC China:

DATA E HORÁRIO: 25/11/2017, a partir das 6h30 (horário de Brasília)

LOCAL: Mercedes-Benz Arena, Xangai, China

TRANSMISSÃO: Canal Combate

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Michael Bisping x Kelvin Gastelum

Peso meio-médio: Li Jingliang x Zak Ottow

Peso pena: Wang Guan x Alex Caceres

Peso meio-médio: Muslim Salikhov x Alex Garcia

CARD PRELIMINAR 

Peso pena: Zabit Magomedsharipov x Sheymon Moraes 

Peso meio-médio: Kenan Song x Bobby Nash

Peso palha: Kailin Curran x Yan Xiaonan

Peso galo: Song Yadong x Bharat Khandare

Peso pesado: Chase Sherman x Shamil Abdurakhimov

Peso galo: Yanan Wu x Gina Mazany

Peso pena: Wuliji Buren x Rolando Dy

Peso pesado: Cyril Asker x Yaozong Hu

Source: Portal da Luta

Sul Americano de Jiu-Jitsu começa nesta sexta-feira (24), em São Paulo, com grandes nomes inscritos; veja

A partir desta sexta-feira (24) até o próximo domingo (26) acontece no Sul Americano de Jiu-Jitsu da IBJJF. O evento terá como sede o Ginásio Poliesportivo José Corrêa, em Barueri, São Paulo. Por lá, grandes nomes da faixa-preta vão entrar em ação em busca da medalha dourada. Além disso, o torneio vai receber disputas do juvenil ao master 6.

No adulto faixa-preta, entre os homens, lutadores como Hiago George, Isaque Paiva, Luciano Bernert, Isaque Bahiense, Thiago Sá, Flavio Junqueira, Dimitrius Souza, Vitor Toledo, Erberth Santos e outros destaques vão marcar presença em suas categorias de peso e também na busca pelo ouro no absoluto, título mais cobiçado.

Confira a lista com todos os atletas inscritos, aqui

Enquanto isso, entre as mulheres, Amanda Nogueira, Bia Basílio, Carina Santi e outras cascas-grossas prometem grande espetáculo nos tatames do Sul Americano de Jiu-Jitsu.

All set for the South-American 2017! See you tomorrow! #ibjjf #cbjj #bjj #jiujitsu #fpjj #barueri

Uma publicação compartilhada por IBJJF (@ibjjf) em

//platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Source: Tatame

Ex-campeã Miesha Tate acredita que Holm pode vencer Cyborg

Tate (foto) acredita em Holm contra Cyborg (Foto: Reprodução/Facebook MieshaTate)

Tate (foto) acredita em Holm contra Cyborg (Foto: Reprodução/Facebook MieshaTate)

O duelo entre Cris Cyborg e Holly Holm, marcado para o dia 30 de dezembro, pode marcar o maior teste da carreira da brasileira. Quem acredita nisso é Miesha Tate, ex-campeã peso galo e responsável pela primeira derrota de Holm em sua carreira. A ex-lutadora acredita que sua antiga rival pode surpreender a atual dona do cinturão peso pena, ampla favorita nas apostas, no UFC 219.

Veja Também

H. Holm (foto) provocou Cyborg (Foto: Reprodução Facebook Holly Holm)
Holm alfineta ‘resmungo’ de Cyborg sobre testes antidoping

Bang recebeu sentença de prisão (Foto: Reprodução/Youtube/UFC)
Lutador é condenado por aceitar propina em luta do UFC

Bisping é azarão contra Gastelum (Foto:Reprodução/EaSportsUFC)
Bisping é azarão contra Gastelum nas apostas para o UFC China

Em entrevista ao programa de rádio “MMA Tonight”, a norte-americana elogiou Holm e disse que a capacidade da ex-rival de usar ângulos e se desvencilhar da trocação franca pode ajudá-la contra Cyborg.

“De todas as possíveis oponentes de Cyborg no momento, acho que Holly Holm tem as melhores chances. A razão pela qual eu digo isto é que, se Cyborg partir para cima com tudo, como Ronda fez com Holly, acho que Holm pode usar ângulos, “cortar” o octógono e contra-atacar. Ela tem um contra-ataque incrível e, com seu chute alto, pode botar qualquer menina para dormir. Do ponto de vista de estilos, essa luta é muito, muito interessante “, apontou a ex-campeã.

Após duas derrotas para a então campeã Ronda Rousey, Tate recebeu nova chance pelo cinturão do UFC em 2016, quando enfrentou Holm no UFC 196. Ela estava perdendo para a então dona do cinturão, quando encaixou um mata-leão no quinto round e se tornou a nova campeã. Após perder para Amanda Nunes na sua primeira defesa do título, Tate se aposentou após derrota para Raquel Pennington no UFC 205, em novembro do ano passado. Desde então, tem se dedicado a comentar lutar e iniciou uma agência para empresariar atletas.

Source: Portal da Luta

Lutador é condenado por aceitar propina em luta do UFC

Bang recebeu sentença de prisão (Foto: Reprodução/Youtube/UFC)

Bang recebeu sentença de prisão (Foto: Reprodução/Youtube/UFC)

O sul-coreano Tae Hyun Bang foi condenado a 10 meses de prisão por receber propina para entregar uma luta do UFC em 2015. O sul-coreano deveria perder para Leo Kuntz UFC Seul, disputado em 2015 na Coreia do Sul. Ele recebeu US$ 92 mil ou R$ 298 mil para perder para o norte-americano no evento do Ultimate na Coreia. Curiosamente, ele acabou vencendo aquela luta por decisão dividida dos jurados. A informação é do jornal sul-coreano “Korea Herald”.

Veja Também

Bisping e Gastelum tiveram clima amistoso (Foto:Reprodução/Youtube UFC)
Bisping e Gastelum fazem encarada descontraída antes do UFC China

Bisping é azarão contra Gastelum (Foto:Reprodução/EaSportsUFC)
Bisping é azarão contra Gastelum nas apostas para o UFC China

Duelo acontecerá dia 3 de fevereiro (Foto: Reprodução/Facebook/Montagem SL)
Thiago Marreta enfrenta Anthony Smith no UFC Belém, em fevereiro

Bang teria recebido o dinheiro de três “corretores”, que também receberam sentença por suas participações na transação. Antes da luta, tanto o sul-coreano quanto seu adversário receberam avisos do UFC após as linhas de aposta terem mudado drasticamente a favor de Kuntz. Oficiais do Ultimate alertaram que os dois seriam investigados caso não lutassem com vontade, o que teria feito com que Bang desistisse da ideia de colaborar com os “corretores”. Mesmo assim, o lutador teria apostado no seu próprio adversário, de acordo com o site norte-americano MMA Junkie, em reportagem feita em abril deste ano, no início das investigações.

“O crime de arranjar lutas danifica a credibilidade do esporte e, em lutas internacionais, também tem um efeito ruim na credibilidade do país. Bang tinha obrigação de jogar o jogo de forma justa, mas ele a ignorou e teve um papel importante no esquema. Mas nós levamos em consideração que Bang venceu a luta e devolveu o dinheiro em seguida”, diz parte da sentença, de acordo com o “Korea Herald”.

Após a vitória sobre Kuntz, Tae Hyun Bang ainda lutou mais uma vez pelo UFC, perdendo para o alemão Nick Hein em 2016. Após o revés, o sul-coreano foi demitido e não lutou profissionalmente desde então. Por sua vez, Kuntz deixou o Ultimate após o UFC Seul e lutou duas vezes em outras promoções, com uma vitória e uma derrota.

Source: Portal da Luta

Ex-campeão Michael Bisping é visto como azarão diante de Gastelum na luta principal do UFC Xangai

Na manhã deste sábado (25), horário de Brasília, acontece o UFC Xangai, na China, que terá como luta principal o confronto entre Kelvin Gastelum e Michael Bisping, válido pela divisão dos médios da organização. E para o duelo, o inglês, que perdeu o título da categoria no último dia 4, em Nova York (EUA), e topou o desafio de substituir Anderson Silva, é visto como azarão diante de Gastelum, segundo o site de apostas Betboo.

Faça suas apostas para o UFC Xangai, aqui 

Gastelum entrou em ação duas vezes neste ano de 2017 e o retrospecto não é bom. Apesar de ter nocauteado Vitor Belfort em março, no UFC Fortaleza, o americano caiu no teste antidoping logo depois e viu a vitória virar “No Contest”. Já em julho, o atleta da Kings MMA foi finalizado pelo ex-campeão Chris Weidman. Entretanto, apesar disso, tendo em vista o prazo maior de preparação que teve, o lutador é apontado como favorito contra o inglês. Quem apostar 10 reais em Kelvin, receberá, em caso de vitória dele, 13 reais.

Já Bisping vem de uma derrota para Georges St-Pierre no começo deste mês, no principal evento do Ultimate em 2017 até agora. Em cima da hora, o inglês, que perdeu o título para o canadense, aceitou “salvar” o evento em Xangai e assumiu o lugar de Anderson Silva, que foi notificado após falhar em um exame antidoping da USADA (Agência Antidoping dos EUA). Retornando ao octógono em um intervalo de cerca de 20 dias, “The Count” é visto como “zebra”, e quem apostar 10 reais nele, receberá 31 reais em casa de um triunfo.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 122
Xangai, na China
Sábado, 25 de novembro de 2017

Card principal
Michael Bisping x Kelvin Gastelum
Li Jingliang x Zak Ottow
Wang Guan x Alex Caceres
Muslim Salikhov x Alex Garcia

Card preliminar
Zabit Magomedsharipov x Sheymon Moraes
Kenan Song x Bobby Nash
Kailin Curran x Yan Xiaonan
Song Yadong x Bharat Khandare
Chase Sherman x Shamil Abdurakhimov
Yanan Wu x Gina Mazany
Wuliji Buren x Rolando Dy
Cyril Asker x Yaozong Hu

Source: Tatame

Morando nos EUA, Pelé Landi adverte Colby Covington: ‘Quando cruzarmos, vou fazer ele baixar a bola’

Pelé e Rudimar reprovam as atitudes do norte-americano – Foto: Marcelo Alonso

O atual inimigo número 1 do Brasil no MMA é o lutador norte-americano Colby Covington, que após vencer Demian Maia no UFC São Paulo no final do mês passado passou a ofender os brasileiros indiscriminadamente. Lendas da modalidade desde a época em que esta era chamada de Vale-Tudo e, por muitas vezes, a manutenção da honra era mais importante que qualquer cinturão ou valor da bolsa, José Pelé Landi e Rudimar Fedrigo reprovam veementemente as recentes atitudes do meio-médio do UFC.

“Eu tenho a mesma linha de pensamento do Werdum… Na hora em que eu cruzar com ele, e eu também estou morando na América, então existe essa possibilidade, eu vou fazer ele abaixar a bola. Ele vai escutar muita coisa, porque ele tem que entender que a nossa nação é protegida. Ele pode ganhar o espaço dele de várias formas, inclusive lutando, mas não ofendendo uma pátria”, declarou Pelé em bate-papo com os nossos parceiros do canal MMA Debate.

Fundador da Chute Boxe, Rudimar Fedrigo acredita que o UFC tem a obrigação de repreender Colby Covington pelas declarações “descalibradas e sem noção” envolvendo o país.

“Provocações de atleta para atleta, lutador para lutador, faz parte, não tem problema, mas você não pode atingir um povo, não pode generalizar. O evento tinha que tomar providências em relação a isso, porque em vez de estimular a prática de integração das pessoas, acaba fazendo que haja preconceito, e a gente que é das antigas sabe o quanto o preconceito já nos prejudicou”.

O post Morando nos EUA, Pelé Landi adverte Colby Covington: ‘Quando cruzarmos, vou fazer ele baixar a bola’ apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Thiago Marreta enfrenta Anthony Smith no UFC Belém, em fevereiro

Duelo acontecerá dia 3 de fevereiro (Foto: Reprodução/Facebook/Montagem SL)

Duelo acontecerá dia 3 de fevereiro (Foto: Reprodução/Facebook/Montagem SL)

O card do UFC Belém, que acontecerá dia 3 de fevereiro de 2018, vai aos poucos ganhando forma. Após a confirmação do peso galo Deiveson Alcântara no show, mais um brasileiro tem presença garantida. Trata-se do peso médio Thiago Marreta, que vai em busca do quarto triunfo seguido contra o norte-americano Anthony Smith. A informação foi dada em primeira mão pelo site do canal Combate e confirmada pela equipe do SUPER LUTAS direto com o lutador.

Veja Também

Deiveson já tem duas vitórias no UFC (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Deiveson Alcântara e Morales fazem duelo de invictos no UFC Belém

Marreta vem de três triunfos seguidos nos médios (Foto: Reprodução/Facebook/ThiagoMarreta)
Após terceiro nocaute seguido, Marreta pede luta contra Brunson

Na beira do top 10 15 dos médios, Marreta atravessa ótima fase na carreira, com três nocautes consecutivos, o mais recente em outubro, quando nocauteou Jack Hermansson no UFC São Paulo. Participante do TUF Brasil 2, Marreta já realizou 12 lutas no Ultimate, tendo vencido oito (sete por nocaute) e perdido quatro. Aos 33 anos, ele tem um cartel com 16 resultados positivos e cinco negativos.

Smith, por sua vez, vem de vitórias recentes por nocautes sobre Andrew Sanchez, em abril deste ano, e Hector Lombard, em setembro passado. Aos 29 anos, o norte americano já realizou seis lutas no Ultimate, somando quatro vitórias e duas derrotas. Curiosamente, seus dois reveses foram para brasileiros: foi finalizado por Antônio Braga Neto, em 2013, e superado na decisão por Cezar Mutante, em 2016.

Source: Portal da Luta