Victor Bomfim e Rafaela Bertolot se destacam na disputa do Rio Fall Open; confira os detalhes

Realizado no último final de semana, no tradicional Tijuca Tênis Clube, Zona Norte do Rio de Janeiro, o Rio Fall International Open, organizado pela CBJJ, teve bons nomes da arte suave em ação. No masculino faixa-preta, destaque para Victor Bomfim, da GFTeam, que ficou em terceiro na divisão dos pesados, fechando com seus companheiros de equipe, e conquistou o ouro no absoluto. Já no feminino, também representado a GFTeam, Rafaela Bertolot faturou o ouro duplo, levando o título na categoria meio-pesado e no peso aberto.

Outros campeões foram definidos no masculino faixa-preta. No peso-pluma, Lucas Pinheiro foi o grande vencedor ao superar Douglas Rufino na final. Nos pesos pena, leve, médio e meio-pesado, Renê Alves, César Cardoso, Eric de Souza e Sandro Vieira levaram o título, respectivamente. Já nas divisões peso-pesado, superpesado e pesadíssimo, Luiz Felipe, Igor Ribeiro e Antônio de Pádua foram ao lugar mais alto do pódio para receber o ouro.

Já no feminino, além de Rafaela Bertolot, que levou o ouro duplo, outra campeã foi Tayane Porfírio, que vem embalada pelo título em sua categoria e no absoluto no Mundial da IBJJF. Sem adversárias, a fera da Alliance conquistou o ouro na divisão dos superpesados.

Confira os resultados completos do Rio Fall International Open, aqui

Rafaela Bertolot, atleta da GFTeam, se destacou e faturou o ouro duplo no feminino faixa-preta (Foto reprodução)

Disputa por equipes

Já na tradicional disputa por equipes, a grande vencedora foi a GFTeam, que encerrou o Rio Fall Open com 414 pontos. Em segundo lugar ficou a Nova União, com 348 pontos, seguida da Gracie Barra, que terminou o torneio com 264 pontos e fechou o pódio.

Mundial: Buchecha x Lo e Tayane x Nathiely repetem finais de 2017 no absoluto faixa-preta

As grandes finais na faixa-preta acontecem apenas no domingo, último dia do Mundial de Jiu-Jitsu 2018, organizado pela IBJJF em Long Beach, na Califórnia (EUA). Porém, antes de chegarem à decisão, os atletas passaram por uma intensa disputa neste sábado (2), entre eles os inscritos no cobiçado absoluto, título mais “glamouroso” no meio da arte suave.

Apesar de muitas emoções, porém, as finais no peso aberto serão uma repetição do ano passado, tanto no masculino, com Marcus Buchecha x Leandro Lo, como no feminino, com Tayane Porfírio x Nathiely Jesus. Em 2017, Buchecha e Tayane triunfaram.

//www.instagram.com/embed.js

Para chegar na finalíssima mais uma vez, o favorito Buchecha passou por Rodrigo Martins (G13BJJ) e Felipe Andrew (Zenith), antes de encontrar Nicholas Meregali (Alliance) em uma das semifinais. Em luta equilibrada, o jovem saiu na frente ao puxar e raspar, mas recebeu a reposta da fera da Checkmat, que ainda passou a guarda para fazer 5 a 2 nos pontos.

Do outro lado, Leandro Lo derrotou Nick Schrock (Ribeiro JJ) e Luiz Panza (Checkmat) até encarar Victor Honório (Qatar BJJ) valendo vaga na final. O duelo foi acirrado, com ambos mostrando um jogo ofensivo. Já nos segundos finais, com a luta empatada em vantagens e punições, Lo conseguiu pegar as costas de Honório e anotou os pontos da vitória.

//www.instagram.com/embed.js

Entre as mulheres, a fera Tayane Porfírio, atual campeã mundial peso e absoluto, venceu Natasha Aileen (Fight Sports), Fernanda Mazzelli (Gracie Humaitá) e Bia Basílio (Atos) para garantir seu lugar em busca do tri absoluto. Nathiely Jesus, por sua vez, superou Renata Marinho (Alliance), Cláudia do Val (De La Riva) e Ana Carolina Vieira (GFTeam), e tentará em 2018 escrever uma história diferente da do ano passado.

Veja abaixo alguns resultados do absoluto faixa-preta – masculino e feminino:

Marcus Buchecha derrotou Nicholas Meregali por 5 a 2 nos pontos
Leandro Lo derrotou Victor Honório por 4 a 0 nos pontos
Tayane Porfírio finalizou Bia Basílio com uma chave de americana
Nathiely Jesus derrotou Ana Carolina Vieira na decisão dos árbitros
Nicholas Meregali finalizou Felipe Preguiça com um estrangulamento pelas costas
Victor Honório derrotou Tim Spriggs por 2 a 0 nos pontos
Bia Basílio derrotou Jessica Flowers por 2 a 0 nos pontos
Ana Carolina Vieira derrotou Bia Mesquita por 7 a 1 nas vantagens
Marcus Buchecha finalizou Felipe Andrew com um estrangulamento pelas costas
Leandro Lo derrotou Luiz Panza por 2 a 0 nos pontos
Marcus Buchecha derrotou Rodrigo Ribeiro por 2 a 0 nos pontos
Nathiely Jesus finalizou Cláudia do Val com um estrangulamento pelas costas
Felipe Preguiça finalizou Igor Tigrão com um estrangulamento da montada
Nicholas Meregali finalizou Ricardo Evangelista com uma kimura
Luiz Panza finalizou Fellipe Trovo com um katagatame
Mahamed Aly derrotou Yuri Simões por 3 a 2 nas vantagens

– Finais
Masculino: Marcus Buchecha x Leandro Lo
Feminino: Tayane Porfírio x Nathiely Jesus


Source: Tatame