Dana White comenta chances de retorno de Brock Lesnar ao UFC: ‘São muito, muito boas’; confira

No último domingo (25), Dana White, presidente do Ultimate, postou uma foto com Brock Lesnar, nas redes sociais, e gerou rumor sobre um possível retorno do ex-campeão ao octógono. Apesar de “The Beast” está sob contrato com o WWE – maior evento de lutas coreografadas do mundo -, o “Big Boss” deu esperanças aos fãs do peso-pesado.

“Elas são muito, muito, muito boas (as chances de retorno)”, contou Dana, em entrevista à rádio SiriusXM Nascar, que pode acontecer ainda neste ano de 2018.

Vale lembrar, que Lesnar está suspenso pela USADA (Agência de Antidoping dos EUA) por testar positivo no histórico UFC 200, em julho de 2016. O ex-campeão, que tem o contratado se encerrando com o WWE no próximo verão (no hemisfério norte), precisa ser reinscrito no programa de teste de antidoping e só estará apto para voltar após seis meses.

Confira abaixo a postagem: 

😃

Uma publicação compartilhada por Dana White (@danawhite) em

//www.instagram.com/embed.js

O conteúdo Dana White comenta chances de retorno de Brock Lesnar ao UFC: ‘São muito, muito boas’; confira aparece primeiro em TATAME.

Source: Tatame

Mackenzie Dern esbanja tranquilidade para estreia no UFC: ‘Sem pressão não se cria um diamante’

Mackenzie Dern estreia no UFC neste sábado – Foto: Instagram

Campeã mundial de Jiu-Jitsu, filha do faixa preta brasileiro Wellington Megaton e invicta no MMA com um perfeito cartel de cinco vitórias em cinco lutas, Mackenzie Dern estreia no UFC neste sábado em Las Vegas diante da também grappler Ashley Yoder. Com uma alta carga de expectativa depositada em suas costas, a peso-palha com nacionalidades americana e brasileira garante que sabe lidar muito bem com a pressão.

“Sem pressão não se cria um diamante. Precisa de pressão para criar um diamante. Eu não tenho medo dessa pressão, para mim é até melhor a pressão, porque eu vou lutar melhor ainda, eu gosto de altas expectativas, gosto de alcançar meu objetivos. Não quero chegar no UFC e ser só mais uma lutadora, ganhar uma e perder outra, lutar mais ou menos… lógico, eu estou aqui para melhorar, sei que serei melhor daqui a cinco lutas do que sou hoje, mas estou sem pensar muito no que os outros estão pensando, eu coloco pressão em mim mesmo, eu quero dar o meu melhor, quero dar um show para os fãs”, garantiu a lutadora durante um bate-papo na página oficial do UFC.

Com três vitórias por finalização e duas por decisão unânime, Mackenzie ainda não passou por muitas dificuldades dentro do cage, mas tem consciência de que precisa evoluir bastante para alcançar seus objetivos dentro da maior organização do mundo. Sem esconde o jogo, ela aponta o que, neste início de carreira, é o seu calcanhar de Aquiles.

“O que a gente trabalha bastante é meu wrestling. No striking eu estou vendo uma evolução muito grande, e o Jiu-Jitsu eu estou treinando muito também, porque, já que eu parei de competir, é normal que o nível caia. Como eu parei de competir, eu não poderia deixar a minha melhor parte enfraquecer, por isso eu estou treinando bastante Jiu-Jitsu. Mas o que eu mais senti é o wrestling, aquela transição de pé para o chão, então meu camp foi bastante treinando isso”, revelou. “É muito difícil essa parte de transição, ainda mais no Jiu-Jitsu, que a gente puxa para a guarda, ainda mais na minha categoria. É muito difícil você chegar na luta (de MMA) e puxar para guarda, a menina vai dar um soco na sua cara. Nas minhas primeiras cinco lutas eu senti que as meninas queriam lutas, mas na verdade não queriam, elas respeitavam muito mais meu chão do que trocavam em pé comigo. É muito mais difícil de quedar quando eu dou um passo para frente e a menina dá 10 para trás. É mais fácil de quedar quando tem soco envolvido, quando se está trocando, aí você entra melhor. Eu sabia que, entrando no UFC, as meninas, lógico, vão respeitar meu chão, mas elas não teriam tanto medo, elas são mais confiantes na trocação delas. Por isso a gente trabalhou muito na grade”.

Mackenzie chega ao UFC com um cartel invicto de cinco vitórias em cinco lutas – Foto: Divulgação/Legacy

Em relação à adversaria de sábado, que conquistou quatro das cinco vitórias que possui através de finalização e nunca foi finalizada – suas três derrotas foram por decisão, Mackenzie prega respeito.

“Ela tem mais finalizações, é grappler, tem mais chão para o MMA, tenho certeza que ela não tem mais chão de nível mundial, mas para o MMA o nível dela é alto. Mas é como falam: se a pessoa tem defesa boa, nem é tão perigosa, mas quando mistura socos, não tem essa de faixa preta e branca, já vira roxa e marrom, equilibra muito mais. O mais importante é eu não me frustrar caso não consiga finalizar rápido. Lógico, minha estratégia é finalizar logo, não me machucar, não me cortar, não quebrar nariz… eu não gosto de tomar soco na cara (risos). O objetivo é finalizar rápido, mas não posso ficar frustrada se a luta não acontecer do jeito que eu quero. Se eu tiver que trocar em pé, eu vou trocar em pé. Entrei no MMA para ser uma lutadora completa, se eu quisesse só fazer Jiu-Jitsu, eu ficava no Jiu-Jitsu. Todo mundo fala para não ser igual à Ronda, que achou que era striker, mas uma hora a gente tem que lidar quando a gente não consegue derrubar. Tem que estar confiante, quero que as pessoas respeitem a minha trocação também, para aí a finalização”.

UFC 222

Las Vegas-EUA

Sábado, 03 de março de 2018

CARD PRINCIPAL (0h, horário de Brasília):
Peso-pena: Cris Cyborg x Yana Kunitskaya
Peso-pena: Frankie Edgar x Brian Ortega
Peso-galo: Sean O’Malley x Andre Soukhamthath
Peso-pesado: Stefan Struve x Andrei Arlovski
Peso-galo: Cat Zingano x Ketlen Vieira

CARD PRELIMINAR (20h30, horário de Brasília):
Peso-palha: Ashley Yoder x Mackenzie Dern
Peso-galo: John Dodson x Pedro Munhoz
Peso-médio: CB Dollaway x Hector Lombard
Peso-meio-médio: Mike Pyle x Zak Ottow
Peso-galo: Bryan Caraway x Cody Stamann
Peso-meio-pesado: Jordan Johnson x Adam Milstead
Peso-leve: Beneil Dariush x Alexander Hernandez

O post Mackenzie Dern esbanja tranquilidade para estreia no UFC: ‘Sem pressão não se cria um diamante’ apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

UFC confirma edição no Chile em maio

A tão aguardada estreia do UFC no Chile já tem data marcada. No dia 19 de maio, o Octógono mais famoso do mundo desembarca em terras chilenas na Arena Movistar, em Santiago, com um card repleto de estrelas e atletas locais, como o peso-galo Diego Rivas. Esse será também o primeiro evento da organização na América do Sul fora do Brasil.

Para marcar a chegada do UFC a Santiago, a organização inicia nesta quarta-feira, dia 28, o “Tour das Letras” pela capital chilena. Nos próximos dois meses, as letras gigantes do UFC estarão expostas por pontos turísticos da cidade para esquentar o clima entre os fãs e garantir ótimas fotos. Eles também podem esperar uma agenda cheia durante a semana de luta em maio, com participação de atletas-convidados do UFC.

A estreia do UFC no Chile já conta com cinco lutas confirmadas que prometem empolgar os fãs. Pelo peso-galo, dois participantes do The Ultimate Fighter: América Latina de 2016 se reencontram buscando retomar o caminho da vitória. Em casa, Diego Rivas enfrenta o argentino Guido Cannetti.

Rivas, o Pitbull, vinha em uma sequência invicta no MMA até 2016, que teve seu ápice em um nocaute impressionante sobre Noad Lahat que lhe rendeu o bônus de Performance da Noite no UFC Fight Night Hendricks vs. Thompson. Sua sequência foi parada quando em uma consulta para checar uma lesão no joelho, Rivas foi diagnosticado com câncer no testículo. Após uma cirurgia e quimioterapia, o chileno voltou ao Octógono para enfrentar o mexicano Jose Quinonez, em agosto de 2017, mas acabou derrotado por decisão unânime. Agora, contando com o apoio da torcida no Chile, Diego espera voltar a vencer, mas não terá tarefa fácil contra o “Ninja” Guido Cannetti.

Apesar de vir de derrota contra Kyung Ho Kang em janeiro deste ano, Cannetti é conhecido pelo seu poder de finalizar lutas ainda no primeiro round. Apenas uma de suas 7 vitórias chegou pelas mãos dos juízes e o argentino tem até mesmo um nocaute com 11 segundos de luta. Em sua quarta luta no UFC, Guido espera estragar a festa da torcida chilena.

No dia 19 de maio, também ficarão frente a frente duas promessas do peso meio-médio. Vindo de uma vitória por finalização em outubro, o brasileiro Vicente Luque enfrenta o canadense Chad Laprise , que vem embalado por uma série de três vitórias.

Luque vinha de quatro vitórias consecutivas, duas delas por finalização e duas por nocaute, até ser derrotado por Leon Edwards por decisão unânime. O ‘Silent Assassin’ conseguiu se recuperar vencendo Niko Price por finalização em outubro do ano passado. Do outro lado do Octógono, estará o campeão do The Ultimate Fighter Nations: Canadá vs Austrália. Laprise vem de três nocautes, o mais recente sobre Galore Bofando em dezembro e, assim como Luque, espera que uma nova vitória o coloque entre os Top 15 do peso meio-médio.

As mulheres também marcarão presença na Arena Movistar. A nº 10 no ranking peso-palha Alexa Grasso enfrenta a nº 15 Tatiana Suarez . Após uma vitória sobre Randa Markos em agosto, Grasso espera emplacar uma sequência positiva na divisão, enquanto a campeã do The Ultimate Fighter 23 deseja manter sua invencibilidade no MMA.

Pela recém-criada divisão peso-mosca, a venezuelana Veronica Macedo encara a estreante Andrea Lee (8-2), que vem de uma sequência de quatro vitórias. Uma das atletas mais jovens do UFC com apenas 22 anos, Macedo começou sua carreira profissional no MMA em 2016, ano em que também fez sua estreia no UFC contra Ashlee Evans-Smith. Em sua segunda luta no UFC, Veronica dará as boas-vindas a Andrea Lee. A KGB é uma das promessas da nova divisão e chega embalada por quatro vitórias, duas delas por finalização e uma por nocaute.
Fechando as lutas confirmadas até o momento para o UFC Chile, a brasileira Poliana Botelho mede forças contra a japonesa Syuri Kondo . Botelho e Kondo vivem momentos parecidos na organização. As duas fizeram suas estreias no UFC no ano passado com vitórias por decisão e têm o mesmo objetivo: se firmar na divisão peso-palha.

Mais informações sobre a abertura de vendas para o UFC Chile, o card completo do evento, entre outras, estarão disponíveis em breve no site do UFC (http://www.ufc.com.br/).

The post UFC confirma edição no Chile em maio appeared first on MMA Space.

Source: Space

Emmett evita polêmica com Stephens sobre ‘joelhada ilegal’, mas diz: ‘Gostaria de uma chance mais justa’

No último sábado (24), pelo UFC Orlando, Josh Emmett perdeu por nocaute técnico para Jeremy Stephens no segundo round, em combate válido pela luta principal. Em entrevista ao MMA Fighting, o lutador foi cauteloso ao falar da derrota, mas afirmou que gostaria que tivesse uma “chance mais justa”, por contra de uma “joelhada ilegal”, em meio aos golpes que decretaram a vitória para “Lil’ Heathen”.

“Não estou dizendo que ele é um lutador sujo, de jeito algum. Mas, depois de assistir (a luta), gostaria de ter tido uma chance mais justa. Queria que Dan (Miragliotta, árbitro) tivesse feito o seu trabalho. Se ele tivesse parado, poderia ter um pouco mais de tempo para me recuperar ou terem tirado um ponto do Stephens”, desabafou o lutador.

Confira abaixo o golpe e deixe a sua opinião:

UFC Orlando: Jeremy Stephens KO’s Josh Emmett in the second round #ufcorlando #ufconfox28 #ufc_k.t.x

Uma publicação compartilhada por UFc👑K.T.X💪 (@ufc_k.t.x) em

//www.instagram.com/embed.js

O conteúdo Emmett evita polêmica com Stephens sobre ‘joelhada ilegal’, mas diz: ‘Gostaria de uma chance mais justa’ aparece primeiro em TATAME.

Source: Tatame

Em grande fase, Marreta analisa duelo contra ex-campeão do WSOF e diz: ‘Estou pronto para tudo’

Por Mateus Machado

Vindo de ótima vitória em sua última luta, quando nocauteou Anthony Smith no UFC Belém e emplacou seu quarto triunfo consecutivo na organização, Thiago Marreta agiu rápido e já tem um novo desafio marcado pelo Ultimate. No próximo dia 21 de abril, no card do UFC Fight Night 128, o brasileiro terá pela frente o americano David Branch, ex-campeão do extinto WSOF, em confronto decisivo para o seu futuro dentro da categoria dos médios.

Atual 11º colocado no ranking da categoria, Marreta vai encarar Branch, 8º na lista dos melhores da divisão. Desta forma, uma nova vitória, que seria sua quinta consecutiva, poderia colocar o brasileiro ainda mais próximo do Top 5 dos médios, e consequentemente, com o sonho de disputar o cinturão cada vez mais vivo. Em entrevista exclusiva à TATAME, o carioca falou sobre a boa fase dentro da maior organização do mundo e analisou o combate diante do americano, quem vem de derrota para o ex-campeão Luke Rockhold em sua última luta.

Confira a entrevista completa com Thiago Marreta:

– O que é mais importante trabalhar para seguir em boa fase?

Na minha opinião, o mais importante é continuar aprimorando minhas técnicas na luta, seja em pé ou no chão, e evoluindo cada vez mais em todos os quesitos. Além disso, é essencial manter a minha mente sempre forte. O fato psicológico pesa bastante nesses momentos, pode ter certeza.

– O David Branch é o adversário ideal para você nesse momento?

Não sei dizer se (o David Branch) é o adversário ideal para mim nesse momento, mas é mais um adversário no qual tenho que vencer com propriedade, de forma contundente, e com certeza isso me levará a passos mais altos dentro da minha categoria, sem dúvida.

– Análise do oponente

O David Branch é um adversário bem completo em todas as áreas, pelo menos na minha opinião, e é um cara que vem para cima, impõe um ritmo forte durante a luta. Mas estaremos preparados para tudo, a preparação está a todo vapor.

– ‘Segredo’ para atingir a melhor sequência de vitórias no UFC

Mesmo com essa boa fase e a sequência de vitórias no UFC, estou com os pés no chão e mantendo a minha humildade sempre. Para mim, esse é o principal segredo para seguir vencendo dentro da organização, porque os desafios são sempre muito difíceis.

– Preparação para o duelo contra David Branch

Eu sempre inicio a minha preparação no Brasil, na minha equipe TFT (Tata Fight Team) e logo depois, pouco antes da luta, vou para os Estados Unidos finalizar meu camp na American Top Team, como de praxe. Dessa vez, não será diferente, e esperamos muito repetir o ótimo resultado da última luta.

– Possível estratégia a ser traçada pelo adversário

Acredito que o David Branch vai tentar trabalhar a luta agarrada, talvez levar a luta para o chão, mas para isso, ele terá que trocar um pouco comigo, e aí podemos levar uma certa vantagem. Mas estaremos prontos para tudo nessa luta, se Deus quiser.

O conteúdo Em grande fase, Marreta analisa duelo contra ex-campeão do WSOF e diz: ‘Estou pronto para tudo’ aparece primeiro em TATAME.

Source: Tatame

Phil Davis enfrenta Linton Vassell no Bellator 200

Phil Davis enfrenta Linton Vassell no Bellator 200

O Bellator 200 ganhou mais uma luta importante, a organização anunciou na última terça-feira (27) que Phil Davis e Linton Vassell vão se enfrentar na edição que será realizada no dia 25 de maio em Londres.

A luta tem bastante importância entre os meio-pesados (até 93kg) já que Phil Davis é ex-campeão da divisão e Linton Vassell foi o último desafiante do detentor do cinturão, Ryan Bader.

Phil Davis chegou no Bellator em 2015 após longa passagem pelo UFC e se sagrou campeão ao vencer Liam McGeary, mas em sua primeira defesa se cinturão foi superado pelo também ex-UFC, Ryan Bader que hoje está afastado da categoria participando do GP peso pesado. Após perder o título, o “Mr. Wonderful” teve pela frente o brasileiro Léo Leite e venceu por decisão unânime se recuperando da derrota. Aos 33 anos, o americano soma 18 vitórias, quatro derrotas e uma luta sem resultado.

Já Linton Vassell vem de disputa de cinturão contra Ryan Bader, mas acabou nocauteado no segundo round, que encerrou uma sequência de três vitórias consecutivas. Aos 34 anos, Vassel soma 18 triunfos, seis reveses e uma luta sem resultado em seu cartel.

Além do confronto entre Phil Davis e Linton Vassell, o Bellator 200 tem outras duas lutas programadas para Londres. O brasileiro e campeão médios (até 84kg) Rafael Carvalho defende o cinturão contra Gegard Mousasi. Pelo peso-meio-médio (até 77kg), Michael Page encara David Rickels.

The post Phil Davis enfrenta Linton Vassell no Bellator 200 appeared first on MMA Space.

Source: Space

Motivos para não perder o UFC 222

A versão final do card do UFC 222 pode estar muito diferente do seu rascunho original, mas certamente não é menos interessante. O evento de Las Vegas está cheio de duelos de especialistas, diversos estilos de luta, batalhas fundamentais para divisões, história sendo feita e, talvez o mais importante: diversão.Estas são as razões para assistir ao UFC 222: Cyborg x Kunitskaya.História, Excelência e Cris CyborgHá pessoas que ainda não estão convencidas de que Yana Kunitskaya será a oponente par … Read the Full Article Here
Source: UFC

BJ Penn 'invade' Treino Aberto do UFC 222 e é finalizado por Cris Cyborg

O Treino Aberto do UFC 222 agitou os corredores do hotel MGM Grand na tarde dets quinta-feira (1). Os atletas das duas principais lutas da noite estiveram no tatame mostrando um pouco do que os fãs podem esperar no sábado. Para surpresa de todos, a campeã Cris Cyborg convidou seu amigo e ex-campeão do Ultimate BJ Penn para uma aparição surpresa. 
Mais UFC 222: Cyborg elege suas maiores lutas | As promessas do evento | Cyborg elogia rival: ‘é uma guerreira’ | Os brasileiros | Motivos para Assistir | Confira o card comp … Read the Full Article Here
Source: UFC

Dana revela que ‘são muito boas’ as chances de Brock Lesnar voltar ao UFC

Lesnar pode voltar ao UFC em breve (Foto: Reprodução/Facebook BrockLesnar)

O retorno de Brock Lesnar ao UFC ganha força a cada dia. Após o empresário do lutador revelar o peso pesado está em final de contrato com a WWE. Dana White, presidente do Ultimate entrou em ação. O dirigente, que ao saber do fato, já usou as redes sociais para divulgar fotos com o canadense, não escondeu o otimismo em tentar reencontrar o ex-campeão.

Veja Também

Dana White publica foto com Brock Lesnar e aumenta rumores sobre volta do ex-campeão

Ronda irá formar dupla com medalhista olímpico em estreia na WWE

White, revelou em entrevista ao programa ‘SiriuxXM NASCAR Radio’, que as possibilidades de Lesnar voltar ao Ultimate “são muito, muito, muito boas”. O dirigente preferiu não entrar em detalhes sobre a possível contratação, mas não escondeu o otimismo em acertar o contrato em breve.

Brock Lesnar

Lesnar tem uma curta carreira no MMA com cinco vitórias, três derrotas e uma luta sem resultado (No Contest). Ele debutou no UFC, em 2008, e conquistou o cinturão da franquia no mesmo ano, quando bateu Randy Couture no UFC 91, em novembro. O lutador passou por um sério problema de diverticulite em 2010 e anunciou sua aposentadoria do MMA em 2011. O gigante ainda voltou ao octógono no histórico UFC 200, em julho de 2016, e venceu Mark Hunt. Porém, como Brock foi pego no doping, o triunfo foi revertido para ‘No Contest’

Source: Portal da Luta

Ronda irá formar dupla com medalhista olímpico em estreia na WWE

Ronda assina com WWE. Foto: Reprodução / Twitter WWE

Ronda Rousey irá debutar na WWE em grande estilo! A ex-campeã do UFC, que assinou contrato com o show durante o evento do último domingo (25), aqueceu sua rivalidade com ‘Triple H’ e Stephanie McMahon.  Ela jogou o dirigente sobre a mesa montada no ringue e recebeu um tapa de sua companheira. Com isso, Rowdy enfrentará o casal logo em sua primeira aparição.

Veja Também

Vídeo: Em assinatura de contrato com WWE, Ronda arremessa astro contra a mesa

Para enfrentar dois grandes nomes da WWE, Ronda formará dupla com outro astro, também com história olímpica: Kurt Angle, ganhou a medalha de ouro no wrestling, nas Olimpíadas de Atlanta, em 1996. Já Rousey faturou o bronze nos Jogos de 2008, em Pequim.

O duelo entre Ronda e Angle x Triple H e McMahon está previsto para acontecer no próximo dia 8 de abril, no ‘WrestleMania’ – maior show da modalidade.

Assista o momento em que Ronda joga Triple H na mesa e recebe um tapa de McMahon

https://platform.twitter.com/widgets.js

Source: Portal da Luta