Após novo caso polêmico, relembre o histórico ‘problemático’ de Jones dentro e fora do UFC

A bela vitória sobre Daniel Cormier, na luta principal do UFC 214, e a reconquista do cinturão meio-pesado do Ultimate, mostraram mais um recomeço de Jon Jones em sua carreira. Nos bastidores, antes do confronto diante do seu grande rival, “Bones” apresentava um comportamento mais tranquilo em relação a outros tempos e apareceu em boa […]
Source: Tatame

Aldo revela que fará revanche contra Ricardo Lamas no UFC 217

Aldo volta contra Lamas (Foto: Reprodução Facebook UFC)

Aldo volta contra Lamas (Foto: Reprodução Facebook UFC)

O ex-campeão peso pena José Aldo já tem data e adversário definidos para seu retorno ao octógono após perder o cinturão para Max Holloway, em junho deste ano. O brasileiro revelou, em vídeo gravado pelo ESNEWS, que irá enfrentar o cubano-americano Ricardo Lamas no UFC 217, evento que ocorrerá no dia 4 de novembro em Nova York e terá como luta principal o retorno de Georges St. Pierre que desafia Michael Bisping, atual dono do título peso médio. No mesmo dia, Joanna Jedrzjeczyk coloca o cinturão peso palha em jogo contra Rose Namajunas e Cody Garbrandt defende o título peso galo pela primeira vez contra o rival TJ Dillashaw.

Veja Também

Jones pode acabar inocentado com nova descoberta (Foto:Reprodução/Twitter UFCBrasil)
Exame de Jon Jones no dia do UFC 214 tem resultado negativo

gastelum-reproducao-facebook-ufc
Gastelum enaltece Anderson Silva: ‘Um dos maiores de todos os tempos’

Aldo quer migrar para o boxe depois do UFC (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Treinador revela que Aldo planeja ida para o boxe: ‘Ele tem esse sonho’

Aldo e Lamas são antigos conhecidos. Quando ainda era campeão, “Scarface” enfrentou “Bully” na luta co-principal do UFC 169, em Nova Jersey, saindo-se vencedor por decisão unânime em duelo que dominou do início ao fim. Depois do combate, o brasileiro foi elogiado por seu domínio sobre Lamas, mas criticado por não ter imposto um ritmo maior e conseguido um nocaute sobre o adversário.

Aldo não luta desde 3 de junho, quando foi nocauteado no terceiro round por Holloway na luta principal do UFC 212, no Rio de Janeiro. Foi a primeira que o brasileiro perdeu em casa pelo Ultimate e apenas sua segunda derrota na promoção – ele também havia sido nocauteado por Conor McGregor no UFC 194. Antes do revés para o atual campeão, Aldo havia se recuperado da derrota para o “Notorious” com um triunfo dominante sobre Frankie Edgar no UFC 200.

Já Lamas vem de duas vitórias seguidas, tendo vencido o brasileiro Charles Oliveira, por finalização, e o norte-americano Jason Knight, por nocaute. “Bully” vinha alternando vitórias e derrotas antes da atual sequência, perdendo, além de Aldo, para Chad Mendes e também para Max Holloway.

Source: Portal da Luta

Brasileiro fica acima do limite dos leves para UFC Holanda

Foto: Dave Mandel/Sherdog

Foto: Dave Mandel/Sherdog

Michael Trator foi o único atleta do UFC Holanda que não fez o seu dever de casa. Em pesagem realizada na manhã desta sexta-feira (01), o peso-leve brasileiro foi o primeiro a subir na balança e ficou 1,3kg acima do permitido da divisão (até 70,8kg, contando com o libra de tolerância sem disputa de cinturão).  O paraense teve 20% de sua bolsa revertida para o estreante Mads Burnell.

Apesar de ter aparecido na pesagem visivelmente debilitado, Zabit Magomedsharipov usou a libra de tolerância e cravou o limite da divisão dos penas: 66,2kg. Todos os outros lutadores do card, incluindo os brasileiros Felipe Silva, Francimar Bodão e Talita Bernardo, bateram o peso sem maiores problemas.

O evento acontece neste sábado (02), em Roterdã, na Holanda, a partir das 12h30 (horário de Brasília). Confira os pesos de todos os lutadores:

CARD PRINCIPAL
Peso-pesado (até 120,7kg): Alexander Volkov (113,9kg) vs Stefan Struve (119,8kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Siyar Bahadurzada (84,4kg) vs Rob Wilkinson (83,9kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Marion Reneau (61,2kg) vs Talita Bernardo (61,2kg)
Peso-meio-médio (até 77,6kg): Leon Edwards (76,2kg) vs Bryan Barberena (77,1kg)
CARD PRELIMINAR
Peso-meio-médio (até 77,6kg): Darren Till (77,1kg) vs Bojan Velickovic (77,6kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Mairbek Taisumov (70,3kg) vs Felipe Silva (70,3kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Michel Trator (72,1kg) vs Mads Burnell (70,3kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Rustam Khabilov (70,8kg) vs Desmond Green (70,3kg)
Peso-meio-pesado (até 93,4kg): Francimar Bodão (92,5kg) vs Aleksandar Rakic (93kg)
Peso-pena (até 66,2kg): Mike Santiago (65,8kg) vs Zabit Magomedsharipov (66,2kg)
Peso-pesado (até 120,7kg): Bojan Mihajlovic (93kg) vs Abdul-Kerim Edilov (92,5kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Thibault Gouti (70,3kg) vs Andrew Holbrook (70,8kg)

The post Brasileiro fica acima do limite dos leves para UFC Holanda appeared first on MMA Space.

Source: Space

Invicta FC 25: Kinutskaya conquista cinturão do galos e brasileiras travam ‘guerra’ no co-main event; resultados

Na noite desta quinta-feira (31), foi realizada na Califórnia, nos Estados Unidos, a edição número 25 do Invicta FC. Na luta principal do evento – exclusivo para mulheres -, Yana Kinutskaya teve uma exibição dominante contra Raquel Pa’aluhi e sagrou-se a nova campeã peso-galo da organização. Já no co-main event, o duelo entre brasileiras saiu […]
Source: Tatame

Lutador brasileiro é preso nos Estados Unidos

Foto: Reprodução/TMZ

Foto: Reprodução/TMZ

O lutador Sergio Silva, de 31 anos, conhecido no mundo no MMA como “The Savage”, foi preso pela polícia na última quinta-feira (31). O brasileiro foi acusado de roubar um banco, localizado no Queens, em Nova York.

O acontecimento foi registrado no dia 24 de agosto, semana passada, à mão armada. Foram levados por volta de $50 mil dólares em dinheiro (cerca de R$157 mil). A polícia conseguiu identificar o lutador por causa das digitais deixadas na cena do crime. Ele mora na mesma rua do banco onde aconteceu o caso.

Sergio tem 15 lutas em sua carreira como profissional. O atleta entrou em ação pela última vez no Bellator 180, dia 24 de junho, em Nova York, onde teve a 9ª derrota de sua carreira.

The post Lutador brasileiro é preso nos Estados Unidos appeared first on MMA Space.

Source: Space

Sem sua categoria de origem no Bellator, Bruna Ellen não se intimida e mira cinturão dos moscas

A vitória suada sobre Veta Arteaga no último final de semana pelo Bellator 182, em Nova York, EUA, foi a segunda consecutiva da brasileira Bruna Ellen na organização. Peso-palha de origem, ela vem lutando na categoria de cima a espera da abertura da sua, mas garante que não se intimida com o tamanho das concorrentes e que, mesmo sendo a menor da divisão, a ideia não é ser uma mera coadjuvante.

“A categoria não tem cinturão ainda, a gente não sabe quando vai ter essa disputa de cinturão, mas com certeza em breve vai ter. Mas eu estou de olho, o foco é o cinturão, o objetivo é esse”, afirma a brasileira de 21 anos. “Sou a menorzinha da categoria, as meninas são bem maiores, estou lutando na categoria de cima, mas assim que abrir a categoria peso-palha a gente já pretende descer. Mas o cinturão de uma das categorias vai ser meu, com certeza, esse é o objetivo”.

Contente pelo resultado do último fim de semana, a atleta da Team Nikolai só lamenta o fato de um dos juízes ter dado vitória para sua adversária, o que quase lhe custou a vitória, que veio por decisão dividida.

“Eu não concordei com a decisão dividida. O primeiro round foi inteiramente meu, no segundo ela virou no final, e no terceiro eu acho que não dei chance, consegui impor o jogo, consegui a queda no final e fiquei batendo por cima, então eu acho que venci dois rounds”, justificou. “Eu tinha certeza que seria uma luta dura, a adversária é bastante dura, mas eu consegui impor minha estratégia e o ritmo da luta, e a vitória foi consequência disso”.

Com origem no Sanda, Bruna Ellen estreou no MMA profissional em 2015. De lá para cá foram quatro vitórias em cinco lutas. No Bellator há pouco mais de um ano, a lutadora de Campinas-SP estreou com derrota por decisão unânime, mas não se abateu, se recuperou e hoje vem de dois triunfos em sequência, figurando entre as principais da organização norte-americana.

O post Sem sua categoria de origem no Bellator, Bruna Ellen não se intimida e mira cinturão dos moscas apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Exame de Jon Jones no dia do UFC 214 tem resultado negativo

Jones pode acabar inocentado com nova descoberta (Foto:Reprodução/Twitter UFCBrasil)

Jones teve exame negativo após UFC 214 (Foto:Reprodução/Twitter UFCBrasil)

A saga do exame antidoping de Jon Jones teve novo capítulo nesta sexta-feira (1). De acordo com o site norte-americano MMA fighting, o campeão meio-pesado fez um teste de sangue administrado pela USADA no dia de sua luta contra Daniel Cormier, no UFC 214, e ele saiu negativo. A amostra do dia da luta foi colhida logo após o fim do evento, quando “Bones” nocauteou DC no terceiro round para reaver o título perdido fora do octógono.

Veja Também

Jones está provisoriamente suspenso do UFC (Foto: reprodução/Facebook UFC)
Diretor da Comissão da Califórnia diz que doping de Jones ‘não faz sentido’

L. Machida (foto) evita críticas a J. Jones (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Após problemas com a USADA, Lyoto defende Jones: ‘Ninguém sabe’

D. Cormier está em compasso de espera (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)
Cormier admite que terceira luta com Jon Jones é ‘improvável’

O exame que deu positivo para turinabol e divulgado pela USADA foi feito um dia antes, no dia 28 de julho, e a amostra colhida foi de urina. O norte-americano ainda espera a amostra B, também recolhida na ocasião, para organizar seu plano de defesa. Enquanto isso, ele permanece suspenso provisoriamente do UFC, mas não teve seu título retirado ainda.

Além disso, testes feitos em Jones nos dias 6 e 7 de julho não mostraram a presença de substâncias proibidas, e os exames foram feito de forma surpresa, quando o campeão não sabia que seria testado. O teste pré-luta, administrado no dia 28 de julho, era de conhecimento do norte-americano. Na última quinta-feira (31), Andy Foster, diretor da Comissão Atlética da Califórnia (CSAC), já havia expressado sua confusão com a sequência de acontecimentos que levaram ao doping do campeão. 

Source: Portal da Luta

Diretor da Comissão da Califórnia diz que doping de Jones ‘não faz sentido’

Jones está provisoriamente suspenso do UFC (Foto: reprodução/Facebook UFC)

Jones está provisoriamente suspenso do UFC (Foto: reprodução/Facebook UFC)

 

A situação de Jon Jones, cujo exame antidoping feito um dia antes de sua luta contra Daniel Cormier voltou positivo, tem deixado até dirigentes confusos. É o caso de Andy Foster, diretor da Comissão Atlética da Califórnia (CSAC). Para ele, o fato de a substância turinabol não ter aparecido em testes anteriores e só no exame feito na véspera do duelo entre Jones e DC não faz sentido nenhum.

Veja Também

D. Cormier está em compasso de espera (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)
Cormier admite que terceira luta com Jon Jones é ‘improvável’

L. Machida (foto) evita críticas a J. Jones (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Após problemas com a USADA, Lyoto defende Jones: ‘Ninguém sabe’

gastelum-reproducao-facebook-ufc
Gastelum enaltece Anderson Silva: ‘Um dos maiores de todos os tempos’

Foster diz que está esperando o retorno da análise da amostra B, que pode ajudar a inocentar ou complicar ainda mais a vida do ainda campeão meio-pesado do UFC. Segundo o dirigente, se essa amostra também encontrar rastros de turinabol, então Jones é muito descuidado ou simplesmente um trapaceiro.

“Toda a situação não faz qualquer sentido para mim. Apenas não faz. Se você está fazendo um ciclo com esteroide, então isso vai aparecer (em testes) o tempo todo. O fato de não aparecer (nos dias 6 e 7 de julho) quando ele foi testado antes é uma indicação que ele não estava usando drogas naquele momento. Das duas uma: ele é extremamente descuidado ou é um trapaceiro. Sei que ele já foi muito descuidado uma vez em sua carreira… Mas nenhum desses erros faz sentido. Por isso que eu penso que é muito importante nós examinarmos isso bem e observarmos todas as evidências antes de tirar conclusões”, comentou Foster, em entrevista ao site norte-americano MMA Junkie.

Recentemente, Jones quebrou o silêncio através das redes sociais e disse se sentir “abençoado” e declarou ter muito a agradecer, indicando que boas notícias sobre o caso poderiam surgir nos próximos dias. Porém, ele não especificou o que o fez se sentir assim e não falou mais nada sobre o caso.

Jon Jones

Aos 30 anos, Jon Jones tem um cartel profissional de 22 vitórias e apenas uma derrota, em uma contestadíssima desclassificação por uma cotovelada ilegal. Líder do ranking peso por peso do UFC, ele é o mais jovem campeão da história da organização e considerado por muitos o maior lutador de todos os tempos. Porém, problemas fora das competições atrapalham a carreira do atleta.

Jones confessou ser viciado em cocaína e chegou a ser preso por atropelar uma gestante e fugir do local por estar sob efeito de drogas. Na ocasião, o UFC retirou seu cinturão e o suspendeu até que o caso fosse julgado e ele fosse condenado a liberdade condicional e cumprir serviços obrigatórios. O presidente do UFC, Dana White, chegou a revelar, ao reintegrar o lutador ao plantel de atletas, que aquela seria sua última chance.

 

Source: Portal da Luta

Sucesso no Youtube, faixa-coral Sergio Malibu lança seu próprio canal

História de Malibu no Jiu-Jítsu teve início graças a Rickson Gracie – Foto: Arquivo Pessoal

Sucesso no canal do PVT no Youtube, sempre com histórias engraçadas dos bastidores do Jiu-Jítsu a partir dos anos de 70, o faixa-coral Sergio Malibu aproveitou a sugestão do púbico através dos comentários para criar seu próprio canal na plataforma, que pode ser acessado através do link https://www.youtube.com/channel/UCkkrOej0-CcdoH4iI0p9hpg.

“Li os comentários da galera elogiando as histórias que eu conto nos vídeos e aceitei a sugestão de ter meu próprio canal. A ideia é contar mais sobre a essência do Jiu-Jítsu dos anos 70 e 80 e integrar o passado com o presente, sempre com histórias engraçadas e importantes nas quais passei ou fui testemunha”, contou o boa praça.

Além das histórias muito bem contadas, Malibu também promete vídeos com posições e entrevistas descontraídas com grandes ídolos, tanto da família Gracie quanto de outras modalidades.

“Sempre que eu estiver com Royce, Rickson, Crolin, Marco Ruas e toda essa galera importante para a luta eu com certeza vou gravar um bate-papo. É muito importante para os jovens entenderem como era a essência das artes marciais, porque hoje a maioria da galera entra no Jiu-Jítsu apenas para ganhar medalha, e não para se defender, como na nossa época”.

Surf & Jiu

O carioca Sergio Malibu foi um dos protagonistas da união do Surfe com o Jiu-Jítsu nos anos 70, quando conheceu a eficiência da arte suave ao ter uma briga comprada por Rickson Gracie após ter sua prancha quebrada por um gigante havaiano. Relembre a história no vídeo abaixo:

O post Sucesso no Youtube, faixa-coral Sergio Malibu lança seu próprio canal apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Após faturar 40 mil dólares em torneio de kimono, Marcus Buchecha muda o foco para o ADCC

Buchecha e Leandro Lo posaram com os cheques conquistados – Foto: Gabriel Mendes/ Gallerr.com

Recordista de títulos mundiais no absoluto, Marcus Buchecha conquistou mais um título de expressão para o seu vasto currículo. No último sábado, dia 26 de agosto, ele disputou o torneio dos pesados da IBJJF Pro League, realizado em Las Vegas, e derrotou três adversários para faturar a premiação de 40 mil dólares.

“Foi um ótimo campeonato. Fiz três lutas duríssimas, mas consegui impor o meu ritmo. Consegui chegar bem no evento depois de curar algumas lesões. A premiação em dinheiro é sempre bom, é mais um incentivo para você treinar. E acho que os atletas merecem esse reconhecimento. Agora vou pensar aqui em como investir esse dinheiro, porque não é todo dia que vem um cheque desse pra mão (risos)”, disse Buchecha.

E Buchecha teve muita mais o que comemorar no final de semana. Além do bicampeonato no GP (já havia conquista o título no ano passado), ele celebrou também a vitória de seu pai, Sr. Clayton Almeida, que foi campeão Mundial Master no mesmo final de semana.

“Esse campeonato foi muito legal também porque meu pai ganhou o Mundial Master. Pai e filho conquistaram o Mundial esse ano e os dois no pesadíssimo, eu no adulto e ele no master 6. Fiquei muito orgulhoso em ver o meu pai, o meu herói, ser campeão mundial. Foi um final de semana incrível!”.

O próximo compromisso de Buchecha será nos dias 23 e 24 de setembro, quando acontece o ADCC, maior torneio de Grappling do planeta, na cidade de Espoo, na Finlândia. Buchecha vai em busca do bicampeonato e do inédito título absoluto. “Agora é focar no ADCC, que acontece daqui a um mês. Como agora é sem kimono, vai mudar um pouco o treinamento”, encerrou.

O post Após faturar 40 mil dólares em torneio de kimono, Marcus Buchecha muda o foco para o ADCC apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal